Aboubakar: cabeça limpa, beijo no símbolo e segue-se a proposta

Camaronês começou em grande esta pré-temporada e leva três golos em quatro jogos. No último, beijou o símbolo do FC Porto e deu o sinal que faltava de comprometimento total. SAD avançará com proposta.

O processo para a renovação de Aboubakar vai mesmo avançar, cumprida que está a primeira fase de reintegração do avançado camaronês no seio de um plantel que este, há alguns meses, não sonhava voltar a integrar. O papel de Sérgio Conceição foi decisivo. Nesta fase, “Abou”, como o técnico carinhosamente lhe chama durante os jogos, está novamente satisfeito e entusiasmado por vestir de azul e branco. Em Guimarães, chegou até a beijar o símbolo do FC Porto depois de marcar novamente. Aparentemente de cabeça limpa e sabedor de que conta para o novo treinador, como nunca contou para Nuno Espírito Santo, o jogador está então recetivo a discutir os moldes de um novo contrato, que o FC Porto quer assinar em agosto/início de setembro, se possível.

A luz verde para a renovação vem resolver, aparentemente, a questão dos avançados. A porta não se fecha completamente se algum negócio de ocasião surgir, mas o FC Porto parte para a época seguro de que Aboubakar e Soares dão garantias. Havia muitas dúvidas quanto ao estado de espírito do avançado. Não ao de forma, pois a última temporada, no Besiktas, foi esclarecedora: 19 golos em 38 jogos, à média de um a cada dois desafios, prejudicada pelos primeiros jogos, logo após o jogador regressar de lesão.

Para que o novo acordo seja firmado é, claro, obrigatório encontrar uma plataforma de entendimento salarial. Mas essa é uma condição inerente a qualquer negócio, com qualquer jogador. Aboubakar arrastava outros problemas, sendo que o maior era, como se sabia, a renitência que tinha em voltar ao clube que detém os seus direitos desportivos, especialmente porque não gostou da forma como saiu nem como foi excluído durante praticamente toda a pré-época anterior. Além disso, sentiu-se muito bem na Turquia e queria ficar no Besiktas. Entretanto, percebeu que tudo mudou. Nem o clube turco tem possibilidades financeiras de o contratar, nem o FC Porto é o mesmo. Aboubakar sente-se novamente acarinhado, que é importante no clube e acredita que pode fazer uma grande temporada.

Fonte: Ojogo