Boa segunda parte garante vitória sobre o Terceira

Dragões venceram os açorianos (89-84) em jogo relativo à 16.ª jornada da Liga de Basquetebol

 

O FC Porto recebeu e venceu o Lusitânia por 89-84 em jogo relativo à 16.ª jornada da primeira fase da Liga de Basquetebol. Este sábado, no Dragão Caixa, os azuis e brancos tiveram que suar para garantir uma vitória que lhes permite aproximar-se do segundo classificado, a Oliveirense, e distanciar-se do terceiro, o Vitória de Guimarães, ambas derrotados nesta ronda. Will Sheehey foi a figura maior dos portistas, com 26 pontos e seis ressaltos.

Ao contrário do encontro da primeira volta, nos Açores, onde a equipa orientada por Moncho López venceu por 81-75, quem entrou melhor desta vez foram os açorianos, quintos classificados e a realizar uma excelente temporada, que souberam aproveitar os muitos pecados cometidos pela defesa portista para equilibrar um jogo em que as equipas andaram sempre muito próximas no marcador. Com muitas dificuldades para parar Isaiah Johson, a estrela dos insulares, os Dragões, que entretanto perderam António Monteiro por lesão, até estiveram mais tempo em desvantagem durante a primeira parte, mas ainda foram a tempo de chegar ao intervalo a vencer por três (54-51).

A segunda parte trouxe a melhor versão do FC Porto, que se apresentou muito mais consistente na defesa, mais certeiro no ataque, mas que continuava a ter pela frente um adversário que nunca lhe permitiu encetar uma fuga no marcador. Os Dragões estavam por cima e aproveitaram o facto de os açorianos começarem a revelar algum desgaste físico para ganhar ainda maior ascendente e garantir uma vitória suada, mas merecida, na opinião de Moncho López.

O treinador espanhol admitiu que o Lusitânia foi melhor no primeiro tempo e que o FC Porto foi superior no segundo: “A primeira parte foi de e uma segunda parte muito resu, sofremos apenas 33 pontos. Na primeira parte não existimos, não defendemos bem, não tivemos atitude, sofremos sete ressaltos ofensivos, fizemos turnovers inexplicáveis, como também me pareceu inexplicável o critério arbitral nas faltas antidesportivas. Na segunda parte jogámos bastante melhor, sofremos apenas 33 pontos e fomos melhores. Penso que a vitória é justa”.

Segue-se na agenda portista a estreia na edição 2017/18 da Taça de Portugal, marcada já para este domingo, às 18h30, no Dragão Caixa, diante de outra equipa açoriana, o Lusitânia. Pode consultar aqui mais informações sobre os bilhetes para esta partida com transmissão em direto no Porto Canal.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-TERCEIRA BASKET, 89-84
Liga Portuguesa de Basquetebol, 1.ª fase, 16.ª jornada
20 de janeiro de 2018
Dragão Caixa

Árbitros: Nuno Monteiro, Jorge Cabral e Diogo Martins

FC Porto: André Bessa, Marcus Gilbert (15), Will Sheehey (26), Will Hanley (14) e Sasa Borovnjak (13)
Suplentes: Pedro Bastos (2), Miguel Queiroz (3), Pedro Pinto (5), Ferrán Ventura (3), António Monteiro, Miguel Miranda (8)
Treinador: Moncho López

Terceira Basket: Marqueze Coleman (23), Isaiah Johnson (27), Nuno Morais (8), João Torrie (19) e Pedro Rodrigues (2)
Suplentes: Vasco Pereira, Fernando Ferreira, João Teixeira, Emmanuel Ogunfolu (5) e Marcus Van (0)
Treinador: Daniel Brandão

Ao intervalo:54-51
Parciais: 23-25, 30-26, 15-15, 20-18

Fonte: FC Porto