Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Brahimi: Temos de ganhar os jogos no campo e fazer duas, três ou quatro vezes mais para vencer.

BRAHIMI Argelino desfalca o FC Porto, mas acredita que os companheiros vão dar conta do recado. E deixa a receita para “esquecer” os árbitros e algumas decisões que prejudiquem a equipa

“[Expulsão de Danilo] Nunca tinha visto nada assim. Este jogo foi uma confusão”

Avançado está confiante na recuperação do atraso para o Benfica e desvaloriza a sua ausência nas próximas semanas. Nunca tinha visto uma expulsão como a de Danilo

Brahimi ainda mal refeito estava da expulsão e da derrota em Moreira de Cónegos – que deixou o FC Porto fora da Taça da Liga – quando chegou ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro para apanhar um voo para Madrid, onde fez escala antes de chegar à Argélia. O portista vai estar fora nas próximas semanas para participar na CAN e, apesar de a vontade não ser muita, aceitou conversar com O JOGO antes de despachar a única mala que levava. Uma apenas porque tem bilhete de regresso marcado, embora ainda sem data confirmada porque dependerá da prestação dos argelinos. O FC Porto não vai sentir falta de Brahimi, garantiu. “Temos um grande plantel, com muito bons jogadores. Há outras opções e só espero que possamos ganhar todos os jogos”, atirou.

A partida com o Moreirense estava ainda fresca na memória de Brahimi que, porém, tentou não se desculpar com a arbitragem de Luís Godinho, admitindo que a equipa tem de produzir mais. Ainda assim, entende que, esta época, os erros contra a sua equipa já passaram das marcas. “É verdade que às vezes – quer dizer neste ano muitas vezes – temos sido muito prejudicados pelos árbitros, mas como jogador não quero falar dos árbitros. Temos de ganhar os jogos no campo e fazer duas, três ou quatro vezes mais para vencer. O FC Porto é um clube com essa mentalidade. A partir deste momento há que esquecer os árbitros e concentrar-nos em campo para ganhar. E ponto final.” Ou não. O JOGO questionou Brahimi sobre o lance mais polémico: a expulsão de Danilo. “Nunca tinha visto nada assim. Este jogo foi uma grande confusão, mas já passou. Temos de aprender a não ficar nervosos e a manter a cabeça apenas focada no jogo”, frisou.

Se assim for, acredita ser possível recuperar a desvantagem de quatro pontos para o Benfica. “Claro que acredito, mas por isso digo que temos de ter mais raça e determinação para esquecer os árbitros e vencer no campo. Estou seguro de que o FC Porto o vai conseguir e poderemos ser campeões”, atirou.

Brahimi sabe que não é fácil manter a cabeça fria ao longo dos 90 minutos quando a bola teima em não entrar e os árbitros tomam decisões em que o clube se sente prejudicado. “É complicado, sobretudo quando vemos decisões assim, como na partida com o Moreirense. Mas como já disse, temos de nos concentrar apenas e só no jogo e mostrar a todos que não precisamos dos árbitros para ganhar, que é no campo que iremos vencer”, concluiu.

Partiu com bilhete de ida e… volta

Brahimi vai desfalcar o FC Porto, pelo menos nos próximos três jogos (Paços de Ferreira, Moreirense e Rio Ave), podendo até falhar o clássico com o Sporting, se a Argélia for longe na prova. “Espero voltar o mais tarde possível porque isso significaria que fizemos uma grande CAN. Vamos fazer por isso e procurar o título para a Argélia”, atirou, assegurando que vai regressar ao Dragão. “Claro que volto. Vou para a CAN, uma prova importante para mim, mas também gostava de estar com a minha equipa. Mas são obrigações que um jogador tem com a sua seleção. Desejo toda a sorte aos meus companheiros para os jogos que aí vêm do campeonato. Temos de continuar em frente e vencer.”

Fonte: Ojogo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *