Campeões cumpridores frente ao Illiabum

Vitória por 85-73, no Dragão Caixa, foi a oitava em dez jogos no campeonato

 

O FC Porto recebeu e venceu esta quinta-feira o Illiabum (85-73), no Dragão Caixa, naquele que foi o oitavo triunfo em dez jogos na Liga Portuguesa de Basquetebol. Em partida a contar para a décima jornada do campeonato, os azuis e brancos levaram a melhor sobre uma das equipas-sensação e dividem agora a liderança da prova com Benfica e Galitos Barreiro, todos com 18 pontos. Os campeões nacionais voltam a entrar em campo no sábado, às 21h30, no Pavilhão Municipal da Nortecoop, frente ao Maia Basket. O encontro, referente à 11.ª ronda, terá transmissão em direto no Porto Canal.

O conjunto que viajou de Ílhavo mostrou no primeiro período que o bom campeonato que está a realizar não é obra do acaso. Forte na defesa e mais eficaz noa ataque, o Illiabum foi ganhando confiança com o passar do tempo e terminou os primeiros dez minutos na frente (23-17), colocando o FC Porto em sentido. Por esta altura, já os Dragões jogavam sem o lesionado Jeff Xavier. Os portistas atenuaram a diferença no caminho para o intervalo (39-35), mas o Illiabum continuava a ser um osso bem duro de roer para os campeões nacionais, muito por culpa da mão quente de Rashad Bishop (16 pontos). Nos azuis e brancos, Sasa Borovnjak (9 pontos e 4 ressaltos) e Ferrán Ventura (7 pontos) eram os maiores destaques individuais à ida para o descanso.

O terceiro período marcou o regresso de Brad Tinsley à competição e mostrou a melhor face do FC Porto, que estabeleceu um parcial de 26-16 e entrou por cima nos últimos dez minutos do tempo regulamentar (61-55). No período da decisão, os campeões nacionais fizeram jus ao estatuto e cumpriram a missão, triunfando por 85-73 com Nick Washburn (25 pontos e 10 ressaltos) em particular destaque no coletivo comandado por Moncho Lopez, que também teve Ferrán Ventura (14 pontos) e Sasa Borovnjak (11 pontos) em excelente plano. Do outro lado, o já referido Rashad Bishop (24 pontos) assumiu-se como a figura maior do Illiabum, mas acabou por não chegar para tudo e foi acumulando algum cansaço que se refletiu nos minutos finais.

No final da partida, Moncho López destacou o crescimento da equipa ao longo dos 40 minutos. “Temos de ter a humildade de perceber que os outros também treinam, jogam, têm argumentos e querem vencer. Fizemos um mau primeiro período, sobretudo a nível defensivo, mas fomos crescendo e estabilizámos o nosso jogo durante a segunda parte, na qual fomos superiores e marcámos 50 pontos. Retificámos alguns erros e melhorámos nos dois lados do campo. Tivemos a capacidade de ir melhorando e aos poucos construímos a vitória. Vamos estar muitas vezes a perder ao intervalo, mas temos sempre possibilidade de dar a volta e ganhar”, afirmou o treinador espanhol.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-ILLIABUM, 85-73
Liga Portuguesa de Basquetebol, 10.ª jornada
8 de dezembro de 2016
Dragão Caixa

Árbitros: Paulo Marques, Pedro Maia e Ivo Rosário

FC PORTO: Jeff Xavier, Pedro Bastos (6), José Silva (6), Miguel Queiroz (6) e Sasa Borovnjak (11)
Jogaram ainda: Nick Washburn (25), Brad Tinsley, Ferrán Ventura (14), André Bessa (8), Miguel Miranda (7), João Grosso e João Gallina (2)
Treinador: Moncho López

ILLIABUM: João Figueiredo (3), Rashad Bishop (24), Rafael Wildner (2), Nikola Tadic (10) e Christopher Johnson (12)
Jogaram ainda: Isaias Insaly (3), Augusto Sobrinho (2), João Ribeiro (4), Carlos Cardoso (4), Sérgio Correia (6), José Miranda (3) e Marcos Valente
Treinador: Ricardo Vasconcelos

Ao intervalo: 35-39
Parciais: 17-23, 18-16, 26-16, 24-18

Fonte: FC Porto

Imagem: FC Porto