Carles Grau: “Até ao fim há sete finais para jogar”

Guardião espanhol fez a antevisão da partida frente ao Paço de Arcos, da 20.ª jornada do campeonato

 

É com o registo de cinco vitórias consecutivas que o FC Porto Fidelidade regressa à competição no Campeonato Nacional, cuja 20.ª jornada reserva o Paço De Arcos como adversário. Os Dragões, que seguem bem vivos na luta pelo título (a líder Oliveirense está a dois pontos), voltam a um terreno no qual perderam na época passada e no qual só venceram por uma vez nas três últimas visitas para o campeonato.

Na antevisão do jogo frente aos nonos classificados (domingo, 17h00), o guardião Carles Grau salientou o bom momento que atravessa a equipa e o bom trabalho que o grupo tem vindo a desenvolver nesta fase decisiva da época. Sobre a luta pelo título o dorsal número um dos Dragões disse apenas que “há sete finais para jogar”.

O bom momento da equipa
“Trabalhamos para somar vitórias e até agora os jogos desta segunda volta estão a correr bem. Perdemos em Barcelos um jogo em que estivemos perto da ganhar, mas no final o jogo virou. Ainda assim o trabalho está a ser bem feito.”

O caminho para o desejado título
“Vamos jogo a jogo. Até ao fim há sete finais que são muito importantes. Não fazemos contas sobre quando queremos passar para a frente. Espero que seja em breve, mas ainda assim penso que o campeonato está a correr bem. No início os adeptos diziam que ia ser um campeonato muito competitivo e acho que está a sê-lo. Qualquer uma das três equipas da frente pode ganhar e eu só espero que sejamos nós.”

A rotação com Nélson Filipe
“Sou jovem e vinha de seis anos a jogar na liga espanhola. Era sempre titular, mas agora aqui no FC Porto o nível dos guarda-redes é muito alto, o que só é bom para a equipa. Somos um grupo e só assim se podem ganhar campeonatos. Só tenho de continuar assim a trabalhar e a aprender com estes grandes jogadores.”

Fonte: FC Porto