Carona é uma máquina de criar oportunidades

ATAQUE Mexicano é o portista com mais passes para ocasião no campeonato e, em média por jogo, só perde para Layún. As duas assistências que soma na prova surgiram em dois clássicos

O Tecatito teve uma ação decisiva pela segunda jornada consecutiva e atravessa uma das melhores fases da época. Já superou o número de “ofertas” da última época; falta-lhe bater os oito golos

Corona foi decisivo contra o Sporting, tal como já havia acontecido no jogo com o EstorilOs dois golos de Soares e a espantosa defesa de Casillas a fechar o jogo transformaram o brasileiro e o espanhol nos heróis portistas no clássico, mas Corona demonstrou contra o Sporting que está a atravessar uma das fases mais produtivas da temporada. Depois de ter marcado ao Estoril, na jornada anterior, o internacional mexicano realizou a assistência para o primeiro golo do jogo de sábado, cimentando o estatuto de portista que mais passes para ocasião efetua no campeonato. Até ao momento foram 30, ainda que a falta de aproveitamento dos homens mais adiantados leve a que complete a 20.ª jornada apenas com duas “ofertas”, curiosamente conseguidas em encontros contra os dois principais rivais na luta pelo título: com o Benfica (Diogo Jota), em novembro, e agora com os leões.

Distribuindo o somatório de passes para ocasião pelas 18 jornadas em que participou, Corona coloca os companheiros em boa posição para marcar mais de uma vez por jogo. Com o Sporting, por exemplo, fê-lo por duas vezes – máximo da equipa –, embora só a primeira tenha sido aproveitada por Soares (o outro com dois passes decisivos). Em média, o Tecatito só é superado por Layún (1,9), registando os mesmos números de Otávio (1,6) e superando até quem, como Alex Telles (1,5), já leva mais assistências.

A subida de rendimento nesta segunda temporada no FC Porto, como é habitual acontecer na carreira, possibilita a Corona sonhar como melhoramento dos números alcançados em 2015/16. No total de assistências,já os superou (4 contra 3); só falta agora superara barreira dos oito golos marcados na chegada ao Dragão.