Castigos pesam no FC Porto? Nuno Espírito Santo teve de gerir nove suspensões, contra apenas três de Rui Vitória

Maxi regressa e contas revelam: castigos pesam o triplo no FC Porto

Nas últimas oito jornadas, que coincidiram com a fase decisiva do campeonato, o FC Porto registou as ausências, por castigo, de André André, Marcano, Brahimi, Maxi e, por último, Felipe

O FC Porto tem, a duas jornadas do final do campeonato, três vezes mais suspensões do que o Benfica, rival na luta pelo título. Entre cartões vermelhos, duplos amarelos e séries de amarelos completadas até aqui, Nuno Espírito Santo teve de gerir nove suspensões, contra apenas três de Rui Vitória, o que faz do Benfica a equipa do campeonato com menos suspensões. O treinador do FC Porto esteve mais limitado nas suas opções do que o adversário ao longo das 32 jornadas disputadas. A maior parte dos castigos azuis e brancos coincidiu com a fase decisiva da temporada. Domingo, contra o Paços de Ferreira, Felipe será o quinto jogador suspenso nas últimas oito jornadas – sendo que Brahimi esteve ausente em dois jogos. André André cumpriu suspensão contra o V. Setúbal, Marcano contra o Belenenses, Brahimi com Feirense e Chaves e Maxi na última jornada, no empate nos Barreiros que complicou ainda mais a missão portista.

Neste campeonato da disciplina, as equipas mais próximas dos “encarnados” (Chaves, Marítimo e Paços de Ferreira) surgem, ainda assim, a uma distância larga, com sete suspensões. Não contamos o número de jogos de castigo cumpridos, mas apenas o número de sanções aplicadas. Mas não seria diferente…

Para ajudar a explicar a diferença entre FC Porto e Benfica, neste caso particular, importa acrescentar que os azuis e brancos viram, em média, 2,06 cartões amarelos por jogo, contra 1,59 do Benfica, única equipa do campeonato com uma média claramente abaixo dos dois cartões amarelos por jogo.

Ainda no campeonato das suspensões, o Feirense sagra-se campeão com 17 suspensões em 32 jornadas. As equipas envolvidas na luta para não descer de divisão (Tondela, Nacional e Moreirense) são, de resto, as mais admoestadas. Alargando a análise ao Sporting, os leões surgem a meio da tabela, entre os clubes que tiveram dez jogadores suspensos, apenas mais um do que o FC Porto, portanto, o que também se explica à custa de uma média superior de cartões amarelos por jogo, que chega aos 2,44.

Lista de suspensões por clubes
Feirense: 17
Tondela: 15
Nacional: 14
Moreirense: 11
Rio Ave, Belenenses, Estoril e Sporting: 10
V. Setúbal, V. Guimarães e Arouca e FC Porto: 9
Boavista e Braga: 8
Marítimo, Chaves e Paços de Ferreira, 7
Benfica: 3