CD: Prendas acima de 200 euros passa a corrupção

CD passa a abrir processos sumaríssimos e prendas acima de 200 euros é corrupção

Site da federação divulgou proposta para novo regulamento disciplinar. É válido para todas as provas organizadas pela FPF

A FPF tornou pública esta sexta-feira a sua proposta para um novo Regulamento Disciplinar, fruto do trabalho levado cabo pela Comissão de Reforma do Regulamento Disciplinar da FPF, presidida por Germano Marques da Silva desde final de 2016. Este RD, a ser aprovado, não é aplicável à I e II Liga, bem como a Taça da Liga.

Por entre uma série de alterações, agora trazidas a discussão, a FPF é clara: é um documento para ser analisado, discutido e por isso ainda aberto a propostas. Sendo assim, a federação divulga mesmo uma morada de mail (conselho.disciplina@fpf.pt) para onde podem ser enviados “contributos” até 16 de junho.

O regulamento disciplinar em causa, que não é válido para as provas profissionais organizadas pela Liga, encerra diversas novidades. Entre elas, a liberdade do Conselho de Disciplina da FPF passar a poder “abrir um processo sumarísismo em qualquer circunstância”; a redução para 200 euros do valor das ofertas aos árbitros – acima disso será corrupção -, valor abaixo dos 300 euros que são o limite em vigor na UEFA.

Proposta do regulamento disciplinar pode ser lido aqui

Fonte: FC Porto