Ciclista do FC Porto foi “tramado” pelo regulamento na derradeira etapa

Raúl Alarcón foi segundo em Madrid

Com o mesmo tempo do vencedor, Raúl Alarcón concluiu este domingo a Volta Ciclista à Comunidade de Madrid no segundo lugar da classificação geral individual, depois de ter ganho a primeira etapa e de ter segurado a camisola da liderança na segunda. Esta manhã, na derradeira tirada, na cidade de Madrid, o ciclista espanhol da W52-FC Porto-Mestre da Cor terminou na sétima posição, com o mesmo tempo (2h14m29s) do vencedor, o alemão Jasha Sütterlin (Movistar), e só o regulamento o impediu chegar ao segundo triunfo consecutivo em provas internacionais: em caso de empate, mandam as regras desta prova que o vencedor fica decidido tendo em conta a classificação da derradeira etapa e Óscar Sevilla (Medellín) chegou no quinto posto.

A derradeira etapa da corrida madrilena correu-se num circuito de 5,26 quilómetros a que o pelotão deu 19 voltas, totalizando uma centena de quilómetros. Foi, como se esperava, uma chegada ao sprint, que acabou por decidir também o vencedor da 30.ª edição da corrida. Ao segundo posto da geral, Alarcón somou a vitória da classificação dos pontos (50), enquanto na classificação por equipas os Dragões terminaram na quarta posição.

Além de Raúl Alarcón, terminaram a prova mais seis ciclistas azuis e brancos: Daniel Freitas (28.º), Amaro Antunes (35.º), Samuel Caldeira (64.º), Rui Vinhas (66.º), Tiago Ferreira (96.º) e Juan Ignacio Pérez (98.º).

Fonte: FC Porto