Cinco horas para tentar o resgate

O que falta jogar ao FC Porto até ao fecho da segunda e decisiva fase do Andebol 1

O jogo do passado sábado frente ao Águas Santas encerrou a primeira volta da segunda e decisiva fase do Andebol 1. Com a vitória na Maia (24-22), o FC Porto, líder do Grupo A, alargou para quatro pontos a distância para o segundo da tabela​, o Sporting, quando faltam disputar cinco jornadas. Detém a melhor diferença de golos (11) e é dono da defesa menos batida do campeonato (137), tal como na primeira fase, que terminou invicto ao fim de 24 jornadas.

Faltam 40 dias para o fim e ainda muitos quilómetros para percorrer: o calendário reserva três deslocações, duas delas consecutivas a Lisboa, para defrontar Sporting e Benfica. O caminho para o “resgate” do título, de que todos falam no balneário, ainda é longo, mas parece tomar a direção certa.

No próximo sábado (15h00) há jogo com o Madeira SAD, atual quinto classificado, no Funchal, onde em março passado vendeu cara a derrota aos azuis e brancos, perdendo por apenas um golo (28-29​). Foi um dos testes mais duros ao FC Porto na fase regular, bem diferente dos anteriores realizados no Dragão Caixa, quer na fase regular (33-30), quer na estreia desta fase final (34-28).

Para o fim de semana seguinte, a 28 de abril (20h30, Porto Canal), está agendada a receção ao ABC, a única equipa portuguesa que, até agora, foi capaz de travar os azuis e brancos. Os atuais campeões em título venceram, em Braga, por dois golos (30-28) na segunda jornada da fase final, depois de terem perdido os dois primeiros encontros pela mesma margem (22-24 em Braga e 32-30​ no Dragão Caixa).

Segue-se depois uma pausa de 15 dias para os compromissos da seleção. O campeonato regressa a 13 de maio (18h00), com o FC Porto a viajar até Lisboa para defrontar o Sporting, num jogo que pode ser decisivo nas contas do título. Os anteriores duelos com os leões foram dos mais equilibrados desta temporada no escalão maior do andebol português: no mais recente, no Dragão Caixa, os portistas venceram por dois de vantagem (30-28), após dois triunfos pela margem mínima (27-26 em Lisboa e 29-28 no Porto).

Oito dias depois, a 20 de maio (17h00) segue-se nova deslocação à capital para defrontar o Benfica, que na quarta ronda desta fase final saiu do pavilhão portista com a derrota menos pesada nos clássicos com os azuis e brancos nesta época (30-27). Nos dois primeiros, a equipa orientada por Ricardo Costa ganhou com tranquilidade na Luz (26-21) e de forma expressiva no Dragão Caixa (26-18).

E é ali, na casa das modalidades azuis e brancas, que terá lugar, a 27 de maio (18h00, Porto Canal) a décima e última jornada, com a receção ao Águas Santas. Os maiatos não têm sido felizes nos jogos com os portistas em 2016/17: sofreram uma pesada derrota na cidade Invicta (36-28) e em casa perderam por seis golos (27-21​). O campeonato acaba, mas a época não, porque no fim de semana de 3 e 4 de junho, em Fafe, disputa-se a final four da Taça de Portugal entre FC Porto, Sporting, ABC e Avanca (o sorteio está agendado para 27 de abril).

Fonte: FC Porto