Danilo recuperado e defesa na redoma

Nuno Espírito Santo tem a equipa na máxima força para trabalhar a deslocação a Guimarães, já que até Rúben Neves foi dado ontem como estando apto para jogar

Danilo já não é uma preocupação, depois de ter trabalhado sem limitações no treino da tarde. Mas Nuno aproveitou a dose dupla de trabalhos para gerir os jogadores mais desgastados nesta fase da época

Danilo não chegou a ser uma dor de cabeça para Nuno Espírito Santo. O médio do FC Porto treinou ontem à tarde, depois de a sua condição física ter sido gerida no ginásio de manhã, na companhia de Felipe, Marcano, Alex Telles e Óliver. A disponibilidade de Danilo chegou a levantar dúvidas, após o jogador ter terminado o clássico com o Sporting em esforço e abandonado o relvado diminuído por causa de um toque no pé direito. No comunicado divulgado ontem ao final do dia pelo FC Porto, o médio nem sequer surgia como “cliente” do departamento médico, pelo que, a manter-se este cenário, Nuno Espírito Santo terá o plantel na máxima força para a deslocação do FC Porto a Guimarães, no próximo sábado. É que Rúben Neves também já foi dado como recuperado dos problemas físicos que o vinham afetando nos últimos dias.

De qualquer forma, Nuno não se tem poupado a cuidados com a condição física dos jogadores e aproveitou o treino da manhã para gerir no ginásio o desgaste de Felipe, Marcano e Alex Telles, jogadores com mais minutos nas pernas nesta altura da temporada; Óliver Torres também se lhes juntou (ver caixa). O trio de defesas não tem levantado o pé. Esta época, Felipe só não alinhou contra o Feirense, na Taça da Liga, e com o Gafanha, na Taça de Portugal, disputando todos os outros encontros. Marcano não jogou na quinta jornada, na deslocação do FC Porto a Tondela, e ficou no banco na Taça da Liga contra o Moreiren se. Por fim, Alex Telles só falhou a 2.ª e a 12.ª jornada (Estoril e Braga) e o jogo da Taça da Liga frente ao Belenenses.

 

Fonte: Ojogo