Defesa mais segura da europa e… do século

Nenhuma outra equipa dos principais campeonatos tem tão poucos golos sofridos como os dragões. E na comparação interna, é preciso recuar a 1994/95 para encontrar uma média melhor

Quatro jogos depois, o FC Porto voltou a trancar a baliza e confirmou que o pior período da época a esse nível já lá vai. Números continuam a destacarse não só em Portugal, mas também lá fora

Felipe e Marcano têm ajudado o FC Porto a garantir a consistência defensiva

A qualidade do processo defensivo é uma marca que Nuno Espírito Santo definiu para o FC Porto 2016/17 logo nos primeiros dias de trabalho e, eventualmente, o seu principal cunho numa equipa que mudou bastante, já passou por altos e baixos, por fases de produtividade elevada e por uma série de cinco jogos sem marcar, mas nunca deixou de defender bem. Casillas tem os segundos melhores números de uma carreira que conta 17 anos como profissional. E 11 golos sofridos em 21 jogos são, efetivamente, um registo louvável. Basta olhar para os principais campeonatos europeus. Em Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália e França nenhum clube tem uma média tão boa como a portista: 0,52 golos sofridos por jogo na Liga. Curiosamente, a segunda melhor também nacional: o Benfica sofreu 12 golos nos mesmos 21 jogos e tem uma média de 0,57. Por falar em coincidências, fica aqui mais uma, como que a lançar a eliminatória de Liga dos Campeões que se começa a jogar na próxima semana: a Juventus vem em quarto lugar da lista europeia com 0,67 golos sofridos por jogo na Serie A. A tabela do top 10 está ao lado.