Desafio extra para André Silva

A Taça de Portugal foi a única frente onde ainda não conseguiu marcar

O jogo de Chaves representa mais um desafio para André Silva, a grande referência ofensiva do FC Porto. De todas as frentes em que o ponta-de-lança, de 21 anos, esteve envolvido na presente época, a Taça de Portugal foi a única onde ainda não conseguiu marcar. Mesmo tendo estado em campo durante 65 minutos, frente ao Gafanha, o avançado dos dragões ficou a zero. Curiosamente, o seu substituto, Depoitre, marcou o golo que fechou o marcador na vitória por 3-0.

Apenas um pormenor na excelente trajetória que André Silva vem fazendo sob o comando de Nuno Espírito Santo. O dianteiro leva 10 golos com a camisola do FC Porto (7 no campeonato e 3 na Champions), aos quais se juntam mais 4 na Seleção Nacional. Além disso, o avançado é o único elemento do plantel que foi titular nos 17 jogos disputados pelos dragões, o que diz bem da dimensão que atingiu.

Não obstante o facto de ainda estar a zero nesta edição da Taça de Portugal, não se pode esquecer que André Silva acabou em grande estilo, pelo menos em termos individuais, a campanha da época passada. O ponta-de-lança marcou os dois golos do FC Porto na final do Jamor, frente ao Sp. Braga, sendo que um deles foi na sequência de um brilhante pontapé de bicicleta. Uma exibição de gala que não foi suficiente para ajudar a equipa a conquistar um troféu que escapa desde 2011.

FONTE/ RECORD

Autor: Rui Sousa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *