Doriva contra Walter: «Se não se enquadrar, vai sair»

Walter volta a estar no centro de uma polémica no Brasil. O avançado brasileiro recusou, ostensivamente, cumprimentar Eduardo Nascimento, treinador adjunto do Atlético Goianiense durante o jogo com o Avaí, em que não saiu do banco.

O gesto foi apanhado em flagrante pelas câmaras televisivas e Doriva, antigo jogador do FC Porto e treinador da equipa, foi questionado logo após o jogo.

«Não sei o que aconteceu, preciso ver as imagens, mas é lamentável. Futebol é grupo. Eu salientei para todos que o futebol precisa de todos. Mas se ele (Walter) não se enquadrar, quem vai sair é ele», afirmou Doriva.

Titular nos primeiros quatro jogos do Brasileirão, Walter marcou apenas um golo, logo na primeira jornada, e caiu para o banco de suplentes.

FONTE: MAISFUTEBOL