Dragões derrotados na Madeira

Desaire por 28-24, frente ao Madeira SAD, na sexta jornada da segunda fase do campeonato

 

A equipa de andebol do FC Porto somou na tarde deste sábado o segundo desaire da presente temporada no Andebol 1, ao perder no Funchal, frente ao Madeira SAD, por 28-24, na sexta jornada da segunda fase. A derrota mantem os Dragões no comando isolado do campeonato, mas agora com o Sporting, segundo classificado, à distância de dois pontos, quando faltam disputar quatro jogos para o final da prova.

No Pavilhão do Funchal, assistiu-se a um jogo de parada e resposta durante os primeiros oito minutos, altura em que a equipa de casa ganhou um ligeiro ascendente. Liderou o marcador, ainda que por margem nunca superior a dois golos, até faltarem três minutos para o descanso. Foi o período em que os Dragões não só anularam a desvantagem como assumiram pela primeira vez a liderança no marcador (12-11). Com o equilíbrio a ser a nota dominante dos primeiros 30 minutos, acabou por ser o Madeira SAD a reassumir a liderança nos momentos finais do primeiro tempo, chegando ao intervalo com uma vantagem de um golo (13-12).

Em desvantagem no marcador, os Dragões entraram para o segundo tempo apostados em reassumir a liderança, mas o acerto da equipa de Ricardo Costa esteve uns furos abaixo do habitual, sobretudo nas combinações e na eficácia na primeira linha. A somar às bolas perdidas, os portistas encontraram também uma parede em Luís Carvalho, guardião da equipa da casa que foi, de longe, o maior responsável pelo triunfo da sua equipa. Parou praticamente tentativas a todos os jogadores azuis e brancos e esfriou todas as tentativas de reação dos azuis e brancos.

A meio do segundo tempo, a vantagem da equipa da casa era de três golos (18-15), diferença que aumentou com aproximar do final do jogo: chegou a ser de cinco golos (22-17, a 10 minutos do final), sendo que o melhor que os Dragões conseguiram foi diminui-la para dois (22-20). Foi então que na ponta final voltou a aparecer a inspiração de Luís Carvalho, com o resultado a fixar-se em 28-24.

No final da partida Ricardo Costa lamentou a pouca eficácia, quer na defesa, quer no ataque da sua equipa, que acabou por não conseguir contrariar o jogo da formação madeirense. Apesar da derrota, o técnico apontou já para o jogo da próxima sexta-feira, frente ao ABC, no qual quer ver retificados os momentos do jogo que correram menos bem na tarde deste sábado.

Precisamente o jogo frente ao ABC, está agendado para as 20h30 da próxima sexta-feira, no Dragão Caixa.

FICHA DE JOGO

MADEIRA SAD-FC PORTO, 28-24

Andebol 1, Grupo A, 6.ª jornada
22 de abril de 2017
Pavilhão do Funchal, Madeira

Árbitros: Daniel Freitas e César Carvalho

MADEIRA SAD: Yusnier Giron (g.r.), Luís Carvalho (g.r.), Bruno Moreira (3), João Martins, Diogo Bento, João Freitas (3), Daniel Santos (2), Luís Carvalho, Nuno Silva (7), Pedro Rodrigues, Diogo Gomes, João Miranda, Hugo Rosário (2), Diogo Alves, João Gomes, Nelson Pina (6), e Fábio Magalhães (5).
Treinador: Paulo Fidalgo

FC PORTO: Alfredo Quintana (g.r.), Hugo Laurentino (g.r.), Victor Iturriza, Leandro Semedo (4), Nikola Spelic, Yoel Morales, Gustavo Rodrigues (2), Miguel Martins (6), Rui Silva (2), Daymaro Salina (3), Jose Carrillo (3), Ricardo Moreira (2), Alexis Borges (1), Hugo Santos, Marko Matic (1) e António Areia
Treinador: Ricardo Costa

Ao intervalo: 13-12

Fonte: FC Porto