Dragões Diário 12/11/2016

Bom dia,

De casa
O plantel do FC Porto cumpre hoje o primeiro de dois dias de folga, em virtude da paragem da Liga portuguesa, devido aos compromissos das seleções. O regresso ao trabalho está marcado para esta segunda-feira, às 10h00, no Olival. No treino de ontem, Nuno Espírito Santo não contou com dez internacionais nem com o guarda-redes João Costa e o defesa Chidozie, que integraram os trabalhos do FC Porto B. Foi precisamente dos “bês” que vieram oito jogadores para colmatar estas ausências – saiba quais aqui.

O próximo compromisso oficial é frente ao Chaves, para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, esta sexta-feira, às 20h15, no Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira. Os bilhetes já estão à venda na Loja do Associado do Estádio do Dragão e custam entre cinco e 11 euros.

Os Sub-17 procuram amanhã o pleno na série B do Campeonato Nacional de Juniores B, frente ao Tondela (11h00), no Estádio Luís Filipe Menezes, no Olival. O encontro da 11.ª e última jornada da primeira fase da prova será transmitido em direto no Porto Canal e os médios Afonso Sousa e Romário Baró garantem que o FC Porto não vai cumprir calendário, apesar de já ter garantido o primeiro lugar e o apuramento para a próxima fase. Leia aqui as declarações dos dois jogadores.

Os Sub-15 também já asseguraram o apuramento para a fase seguinte, mas ainda discutem o primeiro lugar na última jornada da série B do Campeonato Nacional de Juniores C. Para lá chegarem, vão procurar derrotar amanhã (também às 11h00, mas no Estádio de Pedroso) o Leixões, que tem os mesmos pontos dos Dragões (22), e esperar uma escorregadela do líder Paços de Ferreira (24) em Vila Real. Os defesas Tomás Esteves e David Vinhas fazem aqui a antevisão da partida.

Durante o fim de semana há 56 eventos na nossa agenda, sendo de destacar o final da tarde/noite de hoje. O Porto Canal transmite o FC Porto-Arsenal em andebol (17h00), o Leicester Sub-23-FC Porto B da Premier League International Cup (19h00) e o FC Porto-Galitos em basquetebol (21h00). Nos Açores, a equipa de hóquei em patins defronta ainda o Candelária, em jogo com início agendado para as 22h00 de Portugal Continental. Se quiser dar um salto ao Dragão Caixa veja aqui o preço dos bilhetes para o andebol e basquetebol, entre os dois e os quatro euros.

Do Mundo
Alfredo Bruto da Costa morreu ontem aos 78 anos, vítima de doença prolongada. Engenheiro, doutorado em sociologia e professor catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa, foi ministro dos Assuntos Sociais no governo chefiado por Maria de Lurdes Pintasilgo, provedor da Misericórdia de Lisboa e, mais recentemente, presidente do Conselho Económico e Social e conselheiro de Estado. O funeral será hoje, às 14h00, em Lisboa.

Foi ontem lançado ‘A Vida e a Morte dos Nossos Bancos’, um livro da jornalista Helena Garrido, ex-diretora do ‘Jornal de Negócios’ e colaboradora do ‘Observador’, que pré-publicou dois dos capítulos da obra em que se investiga o percurso dos bancos portugueses desde os anos 1980 até à crise atual. O texto é longo, bom para uma leitura de fim de semana e dá muitas pistas para perceber “como os banqueiros usaram o nosso dinheiro e ele desapareceu”.

Edward Snowden, o inimigo número um dos serviços secretos norte-americanos, já reagiu à eleição de Donald Trump para a presidência do país. O analista de sistemas falou numa videoconferência a partir da Rússia, onde está exilado, e considerou a vitória do republicano “um momento negro” na história dos Estados Unidos da América. No entanto, insistiu que todos devem defender os seus direitos, em vez de “estar à espera de um Obama ou ter medo de um Trump”. Já agora, e a propósito da primeira reunião de transição entre presidentes, veja aqui uma interessante análise à linguagem corporal de ambos nesse encontro. Vai mais uma proposta de leitura alargada? Eis uma previsão do que poderá fazer Trump no início de mandato e o perfil de alguns prováveis membros da sua equipa.

Aconteceu
Neste dia, em 1933, Soares dos Reis fazia a sua estreia oficial, com um empate a um golo no Campo do Bessa, frente ao Leça, para os Regionais portuenses. Foi o primeiro guarda-redes internacional dos azuis e brancos e sagrou-se campeão da Liga, em 1934/35, campeão de Portugal, em 1936/37, e campeão nacional, em 1938/39.

Para ouvir
O dia de ontem ficou marcado pela notícia da morte de Leonard Cohen, que deu origem a incontáveis reações em todo o mundo. Na imprensa portuguesa destacamos belos textos de Miguel Esteves Cardoso, João Miguel Tavares e Pedro Santos Guerreiro, todos fãs declarados. Da nossa parte, vamos dedicar os próximos dias a recordar músicas do canadiano, entres escolhas mais ou menos óbvias. A de hoje entra na primeira categoria: foi o primeiro ‘single’ da carreira de Cohen e nasceu de um poema que já tinha editado em livro.

Até amanhã,

João Pedro Barros

FONTE/ FC PORTO