Dragões Diário 14/11/2016

Bom dia,

De casa
O plantel do FC Porto regressa esta manhã ao trabalho, depois de ter cumprido uma folga dupla. Às 10h00, no Olival, Nuno Espírito Santo dá início ao treino ainda sem o grupo completo, já que os jogadores chamados às seleções vão chegar a conta-gotas ao longo da semana. Na sexta-feira há jogo em casa do Desportivo de Chaves, onde se discute um lugar nos oitavos de final da Taça de Portugal (20h15, Sport TV) e na terça-feira seguinte, volta a Liga dos Campeões, com a deslocação à capital do Reino da Dinamarca para defrontar o Copenhaga (19h45, Sport TV).

Aproveitámos a pausa no calendário e fomos à procura dos dez mais bonitos equipamentos do mundo nesta temporada. A escolha do primeiro foi consensual, mas atenção que esta não é uma escolha imparcial, porque na lista só entram o azul e o branco casados às riscas como manda a tradição.

No futebol de formação, os Sub-17 receberam e venceram o Tondela por 2-0, com golos de Vasco Paciência, na primeira parte, e de Afonso Sousa, na segunda. E chegaram ao fim da primeira fase da Série B do Campeonato Nacional de Juniores B com o pleno de vitórias, 50 golos marcados e apenas cinco sofridos em 11 jornadas.

Os Sub-15 também fecharam a primeira fase do Campeonato Nacional de Juniores C com um triunfo caseiro por 2-0 sobre o Leixões. Gustavo Aguiar inaugurou o marcador no início do primeiro tempo e, já no segundo, Tomás Rosete fixou o resultado final, que colocou os Dragõezinhos na segunda posição, com menos dois pontos do que o primeiro.

É preenchida a agenda desta semana. Há andebol em dose dupla: já amanhã (21h00), há receção ao Madeira SAD para o campeonato e na sexta-feira (18h00) ao Bregenz, da Áustria, para a Taça EHF. Há também basquetebol na quarta com o Nanterre, de França, para a Taça da Europa da FIBA (21h00). Se não for ao Dragão Caixa, ligue-se ao Porto Canal, que vai mostrar tudo em direto.

Do Mundo
Donald Trump prometeu na campanha e continua a dizer que vai cumprir quando em janeiro chegar à Casa Branca. Na primeira entrevista como presidente eleito dos Estados Unidos, garantiu que vai mandar deportar entre dois a três milhões de imigrantes ilegais e reiterou a intenção de construir um muro na fronteira com o México, embora admita que em certas zonas possa existir apenas uma vedação. “Sou muito bom nisto, chama-se construção”, afirmou Trump, que fez fortuna no ramo da construção civil.

Hoje, às 17h49 de Portugal Continental, não se esqueça de olhar para o céu para ver nascer uma superlua, como não já se vê há quase 70 anos e que só poderá voltar a ver assim em 2034. A Lua estará mais perto da Terra e, por isso, vai parecer-nos maior e mais brilhante do que é normal. O melhor sítio para observar este fenómeno é no Planetário do Porto – Centro Ciência Viva ou então em Lisboa, no Parque das Nações, junto à Torre Vasco da Gama.

Portugal continua a ser o melhor destino de golfe do mundo. O nosso país foi distinguido pela terceira vez consecutiva com o prémio instituído pela World Golf Awards, que atribui os ‘óscares’ da modalidade. Uma boa notícia para o golfe nacional a que se junta esta, que nos conta que o golfista português Ricardo Melo Gouveia obteve a melhor classificação de sempre no European Tour.

Aconteceu
Há 31 anos, a 14 de novembro de 1985, Fernando Gomes recebia a Medalha de Bons Serviços Desportivos concedida pela Secretaria de Estado do Desporto. Uma distinção mais do que merecida ao maior goleador da nossa história, que acabava de conquistar a segunda Bota de Ouro da carreira. Gomes, que a partir daí ganhou a alcunha de “bibota”, tinha terminado a época 1984/85 com o impressionante registo de 39 golos 30 jornadas que ajudaram, e de que maneira, o FC Porto a conquistar o oitavo título de campeão nacional, o primeiro sob a presidência de Jorge Nuno Pinto da Costa.

Para ouvir
1985 foi um ano de ouro de Gomes e foi também o ano em que Leonard Cohen deu o primeiro concerto em Portugal, no Pavilhão do Dramático de Cascais. O cantautor tinha 50 anos e lançava na Europa “Various Positions”, o álbum que a editora discográfica considerou, na altura, não ter qualidade para ser um sucesso. A verdade é que do alinhamento fazia parte uma das músicas que se revelou mais popular do seu reportório. Ouça-a aqui.

Até amanhã,

João Queiroz

FONTE/ FC PORTO