Dragões Diário 20/11/2016

Bom dia,

De casa
O FC Porto já prepara o importante jogo de terça-feira, em casa do Copenhaga, para a quinta jornada da Liga dos Campeões (19h45, Sport TV). No treino de ontem Nuno Espírito Santo já pôde contar com Jesús Corona, ao contrário de Rúben Neves, que continua a fazer parte do boletim clínico. O treinador chamou ainda ao grupo cinco jogadores do plantel dos “bês” e agendou para esta manhã, às 10h00, mais uma sessão de trabalho, a última antes da viagem de amanhã para a Dinamarca.

É inevitável voltar à arbitragem de Chaves – se é que aquilo se pode chamar arbitragem. O Dragões Diário recebeu durante o dia de ontem muitas mensagens de adeptos indignados e revoltados com a sucessão de erros grosseiros e inadmissíveis em prejuízo do FC Porto. E houve mesmo quem lembrasse que o mesmo sr. Capela, incapaz anteontem de ver não um mas três penáltis, teve apito leve numa final da Taça da Liga entre FC Porto e Braga e que terminou com a vitória dos minhotos com um golo de penálti oferecido pelo senhor Capela, a premiar um mergulho de Mossoró.

Esta época já são 12 grandes penalidades não assinaladas a favor do FC Porto. Chegou a hora dos responsáveis pela arbitragem mostrarem do que são capazes. Ou têm mão no regabofe em que se tornaram as arbitragens ou mais vale assumir que não têm capacidade. Ainda ontem foi assinalada uma grande penalidade no Benfica-Marítimo, por mão na bola. Ontem na Luz foi penálti, anteontem em Chaves aconteceu duas vezes e nenhuma foi penálti. Os critérios têm de ser iguais, ou então assumam que para o Benfica há umas regras e para o FC Porto outras, porque o que se tem visto não é sério e, por incrível que pareça, ainda é pior do que nas últimas épocas.

A estreia na Taça da Liga já tem data e hora marcadas: jogamos com o Belenenses a 29 deste mês, uma terça-feira, às 21h15, no Estádio do Dragão.

Casillas integra o onze ideal da história da UEFA. O site oficial do organismo que superintende o futebol europeu elaborou uma equipa formada pelos jogadores que nos últimos anos mais vezes integraram a Equipa do Ano.

A equipa de hóquei em patins segue invicta no campeonato ao fim de sete jornadas. Ontem, no Dragão Caixa, festejou uma vitória gorda por 12-1 frente ao Paço de Arcos, tendo marcado nove golos em apenas 25 minutos, depois de ter chegado ao intervalo a vencer por 3-0. Gonçalo Alves e Jorge Silva apontaram três cada um, Rafa “bisou”, Hélder Nunes, Vítor Hugo, Telmo Pinto e Ton Baliu também entraram na lista de marcadores.

Em basquetebol, uma primeira parte desinspirada do FC Porto ditou a segunda derrota na Liga (71-74). Foi frente ao Vitória, em Guimarães, num jogo em que os 15 pontos de desvantagem que os azuis e brancos levaram para o intervalo foram determinantes para o resultado final. Na quarta-feira há jogo frente ao Sopron, na última jornada da Taça da Europa (21h00, Porto Canal).

No futebol de formação, os Sub-19 venceram em casa a Oliveirense por 3-2 e continuam a liderar confortavelmente a primeira fase da zona norte do campeonato de juniores A. Marcaram pelos jovens Dragões Michael Morais, Xavier e James Arthur, que desfez o empate com um grande golo ao minuto 92. Veja-o aqui, porque vale a pena.

Ao cair da noite ficámos a saber que o portista Daniel Sánchez se sagrou campeão do mundo de bilhar às três tabelas. Na final, em Bordéus, derrotou o sul-coreano Haeng-Jik Kim e conquistou o título pela quarta vez na carreira.

Do Mundo
Barack Obama esteve em Portugal. O ainda presidente dos Estados Unidos, que vinha da Alemanha, estava a caminho do Perú e ontem fez escala na Base Aérea das Lajes para o avião ser reabastecido. Durante cerca de duas horas, aproveitou para esticar as pernas, cumprimentar os funcionários da base e também para apreciar a a bela paisagem dos Açores. A última vez que Obama pisou o território europeu antes de ser substituído por Donald Trump na Casa Branca ficou documentada nestas fotografias.

O primeiro transplante de coração a um recém-nascido foi feito pela primeira vez em Portugal há cerca de dois meses. A notícia só foi conhecida agora e conta-nos que uma bebé natural do Porto, que nasceu prematura e a quem foi detetado um problema cardíaco grave ainda durante a gravidez, recebeu o coração artificial quando tinha 70 dias de vida.

Aconteceu
Na noite de 20 de novembro de 1999, há 17 anos, com casa cheia no Estádio das Antas, festejávamos uma bela vitória sobre o Benfica, na 11.ª jornada do campeonato. Ganhámos por 2-0, mas podíamos ter ganho por muitos mais tantas foram as oportunidades de golo criadas. Capucho marcou logo aos quatro minutos e o inevitável Jardel imitou-o aos 25, numa grande exibição da nossa equipa e de Deco, em particular. Veja aqui o resumo desse jogo com ‘Art Deco’.

Para ouvir
Calou-se a voz de Sharon Jones, a voz dos The Dap-Kings, uma das grandes vozes soul da atualidade. A cantora norte-americana tinha 60 anos e perdeu a luta contra um cancro. Esteve por várias vezes em Portugal, a última das quais em 2014 para promover o álbum “Give The People What They Want”, um aclamado trabalho da soul ‘oldschool’ que nos dá a ouvir esta bela canção.

Até amanhã,

João Queiroz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *