Dragões Diário 22/11/2016

Bom dia,

De casa
O FC Porto tem hoje um “match point” para fechar o apuramento na Liga dos Campeões, o que acontecerá se vencer o Copenhaga na Dinamarca. O jogo não será fácil, como nunca são nesta competição, perante um adversário que não perde em casa há 37 jogos, desde agosto de 2015, mas o objetivo é garantir desde já uma vaga nos oiravos de final. A partida começa às 19h45 e terá transmissão na Sport TV.

Isso mesmo diz Nuno Espírito Santo, apostado numa boa exibição da equipa, com um resultado condizente: “Somos ambiciosos e não contemplamos outro resultado que não seja a vitória“. O treinador espera ver um FC Porto “contundente, que seja eficaz e que vença para fechar as contas”.

Com ambição e confiança falou Óliver Torres. O médio espanhol quer um FC Porto afirmativo, que mande no jogo: “Temos de jogar como se estivéssemos no Dragão, temos de ir buscar todo o nosso talento e crença para conseguirmos a vitória“. Óliver recordou as dificuldades do jogo no Dragão, “o Copenhaga mostrou que é uma grande equipa”, mas confia na força da equipa: “Queremos fazer uma grande exibição”.

Os 18 convocados treinaram ao princípio da noite no palco do jogo de logo à noite, numa sessão seguida de perto pelo presidente Pinto da Costa, pelo diretor do futebol Luís Gonçalves e pelo seu adjunto João Pinto, que regressou às viagens europeias, ele que tantas e tantas vezes jogou na Europa com a camisöla do FC Porto.

Antes, às 15h00, é a vez dos Sub-19 jogarem para a Youth League, partida que será transmitido pela Sport TV.

As reações à arbitrariedade de Chaves continuam a encher a caixa de correio do Dragões Diário. Aos indignados adeptos do FC Porto não podemos dizer mais do que comungar totalmente com a revolta que sentem por os jogos do FC Porto estarem a ser decididos sistematicamente através de intervenções profundamente erradas de alguns árbitros, com critérios contrários aos seguidos nos jogos de outras equipas de que o expoente máximo foi o lamentável livre arbítrio de João Capela na última sexta-feira. Capela tem uma folha de serviços com muitos pecados, ele que ficou conhecido pelo “limpinho, limpinho, limpinho” depois de uma mão cheia de decisões favoráveis ao Benfica num clássico com o Sporting. Em Chaves limpinho é que não foi, antes sujinho, sujinho, sujinho. Aos nossos adeptos fica também a promessa de não deixarmos cair o tema enquanto as entidades responsáveis pelo setor não tomarem medidas que impeçam a adulteração dos resultados desportivos.

Amanhã é dia do FC Porto B voltar à competição, com a receção ao Varzim, no jogo que marca a estreia oficial do treinador José Ferreirinha Tavares no banco da equipa. O técnico espera um jogo difícil, perante um adversário “combativo”, mas espera um FC Porto regular em “resultados e exibições“. O jogo é às 14h45 no Estádio de Pedroso, com transmissão no Porto Canal.

A equipa de basquetebol despede-se amanhã da Taça da Europa da FIBA com a receção ao Sopron, da Hungria. Apesar de já não ter hipóteses de apuramento os Dragões vão jogar para vencer, como explica Miguel Miranda: “A equipa está sempre preparada para competir e para ganhar, jogando contra qualquer equipa“. O jogo é às 21h00 e terá transmissão no Porto Canal.

Do Mundo
O Papa Francisco continua a surpreender com medidas progressistas, em especial tendo em conta a tradição da igreja católica. Agora, concedeu a todos os padres a “faculdade de absolver o pecado do aborto“, escreveu o Papa na carta apostólica “Misericordia et Misera”. Mantendo que se trata de um pecado grave, o sumo pontífice acrescentou que “não existe pecado que a misericórdia de Deus não possa alcançar e apagar quando encontra um coração arrependido”.

François Fillon é o favorito à segunda volta das primárias da direita francesa, sendo provável candidato nas presidenciais de abril de 2017. Marine Le Pen, da extrema-direita, é apontada pelas sondagens como vencedora da primeira volta das eleições e com a previsível derrocada dos socialistas Fillon tentará aglutinar os votos de todos os que não querem um presidente radical e vencer na segunda volta, à imagem do que aconteceu quando Jacques Chirac venceu Jean-Marie Le Pen, pai de Marine,  em 1995.

Aconteceu
Há 19 anos, a 22 de novembro de 1997, o FC Porto jogou em Braga e venceu por 2-1, com golos do inevitável Mário Jardel, um brasileiro que nunca se cansava de marcar e que nesse jogo abriu o marcador ainda no primeiro minuto. O Braga empatou poucos minutos depois, por Karoglan, mas ainda faltava o segundo do avançado brasileiro para fechar o resultado.

Para ler
A revista Dragões já está disponível. Trata-se de uma edição com destaque especial à gala dos Dragões de Ouro, mas em que não faltam outras assuntos para ler, em especial das modalidades. Saiba mais aqui.

Para ouvir
Melingo é um rocker argentino que também faz umas incursões pela música tradicional de Bueno Aires, com o tango sempre como pano de fundo. Esta canção é de um disco lançado há apenas dois meses.

Até amanhã,

Francisco J. Marques

FONTE/ FC PORTO