Dragões Diário 27/12/2016

Bom dia,

De casa
O calendário não perdoa e, após uma “saborosa” paragem para férias natalícias, o plantel principal regressa hoje ao trabalho, numa sessão que vai decorrer no Olival e tem início previsto para as 11h00. O treino marca o arranque da preparação para a receção de depois de amanhã ao Feirense (19h15, Sport TV), relativa à segunda jornada do Grupo B da Taça da Liga, naquela que será também a última oportunidade para ver atuar a nossa equipa no ano de 2016.

Foi precisamente durante as férias de Natal, e aproveitando a deslocação a Madrid, que Óliver Torres deu uma entrevista ao diário desportivo Marca, na qual falou, em jeito de balanço, do ano de 2016. A primeira passagem pelos Dragões, a época menos feliz no Atlético de Madrid e o regresso “muito desejado” ao Porto foram alguns dos temas centrais da entrevista em que o criativo espanhol garantiu estar “muito feliz” a jogar no nosso clube. Para 2017 prometeu entrega e luta para “conquistar o campeonato e chegar o mais longe possível” na Liga dos Campeões. Pode ler aqui a entrevista publicada na edição eletrónica do jornal.

Falta apenas um jogo para encerrar o ano, mas não será preciso esperar pelo desfecho da partida frente ao Feirense para que se possa falar numa das marcas desta primeira metade da época do FC Porto: o registo defensivo. Até agora a equipa de Nuno Espírito Santo disputou 26 jogos e sofreu apenas 11 golos, média (0,42 golos/jogo) que a coloca no topo da ilustre lista das 16 equipas que em fevereiro vão disputar os oitavos de final da Liga dos Campeões. Uma verdadeira fortaleza de betão que aguentou sete jogos consecutivos sem sofrer golos, num total de 744 minutos, e alcançou o melhor registo do século XXI do clube.

Entre 2002 e 2014 Tiago Rocha vestiu a camisola do FC Porto, tendo participado em seis dos sete títulos consecutivos alcançados pela nossa equipa de andebol. Durante uma visita à exposição dedicada à modalidade, patente no Museu, o pivô falou sobre a nostalgia que sente em reviver todas as conquistas de azul e branco e no “brilhante campeonato” que a equipa de Ricardo Costa está a fazer até ao momento, deixando também o desejo de um dia voltar a alinhar pelos Dragões.

Ainda com a competição parada, continuamos a recuperar algumas das figuras marcantes da história do nosso clube, que neste caso se funde também com a história da cidade do Porto. Recuamos até ao final do século XIX e início do século XX para relembrar Jerónimo Monteiro da Costa, um dos grandes responsáveis pelo segundo impulso de vida do então Foot-Ball Club do Porto. No texto publicado na rubrica “Os Imortais” da edição de novembro de 2016 da revista Dragões pode ficar a saber (ou relembrar) o percurso do homem que chegou a integrar o Conselho Fiscal do clube e o porquê da rubrica se intitular de “O jardineiro do Porto”.

Do Mundo
A mudança de ano representa normalmente ajustes nos preços de alguns bens essenciais, serviços ou taxas. Seja redução ou aumento é importante saber o que se vai pagar a mais ou a menos a partir do dia 1 de janeiro e por isso deixamos aqui um pequeno resumo elaborado pelo jornal Público com as principais mudanças esperadas para 2017. Para já, fique a saber que refrigerantes, bebidas alcoólicas, tabaco, luz, transportes públicos e telecomunicações estão no lote das subidas confirmadas. Para saber quanto basta clicar aqui.

Se é um dos muitos que vai viajar de avião para celebrar a chegada de 2017 há boas notícias para si. O Governo e o Sitava (Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos) chegaram a acordo e a greve que estava anunciada para decorrer entre hoje e sexta-feira foi desconvocada, não havendo por isso qualquer constrangimento previsto no trabalho do pessoal da assistência em terra para os últimos dias do ano.

Da China chegam-nos imagens de um momento digno de cinema e bem à moda do popular Jackie Chan, mas que foi protagonizado por um camionista após ter sido vítima de furto. Aproveitando um momento de distração, o ladrão, de mota, aproximou-se do veículo pesado e apoderou-se do telemóvel do camionista, que acabou por recuperá-lo pouco tempo depois de uma forma muito pouco convencional. O melhor mesmo é ver aqui o vídeo.

Aconteceu
Decorria o ano de 1938 quando o madeirense Artur de Sousa “Pinga”, grande referência ofensiva da equipa portista da época, rejeitou neste dia uma oferta “gorda” para se mudar para o Vasco da Gama (Brasil). O avançado, que haveria de conhecer apenas dois clubes na carreira (além do FC Porto jogou no Marítimo) disse não a 30 contos de luvas (cerca de 150 euros na moeda atual) e mil escudos (cerca de cinco euros) de ordenado, continuando a viver entre Águeda e o Porto. Como jogador, a bonita história de azul e branco terminou com uns notáveis 146 golos marcados em 221 jogos que fazem do já falecido “Pinga” um dos mais eficazes artilheiros ao serviço do nosso clube.

Para ouvir
O dia de Natal já passou, mas entre nós continua a reinar o espírito natalício. Por isso, e para que se mantenha viva a chama de uma das mais bonitas épocas do ano, hoje sugerimos este clássico dos irlandeses The Pogues que, não tendo barbas, caminha já para os 30 anos de “vida”.

Até amanhã,

Rui Cesário Sousa