Dragões falham final da Taça Hugo dos Santos

No Municipal de Sines, o FC Porto perdeu frente à Oliveirense, por 84-78, nas meias-finais da prova

 

O FC Porto falhou o acesso à final da Taça Hugo dos Santos depois de perder este sábado diante da Oliveirense, após prolongamento (84-78), em partida das meias-finais da prova, disputada no Pavilhão Municipal de Sines.

O passado mais recente diz-nos que é sempre complicado defrontar a Oliveirense, mas o FC Porto entrou de forma autoritária e estabeleceu um parcial de 11-2 nos primeiros três minutos. A equipa de Oliveira de Azeméis foi-se recompondo e deu a volta à situação, aproveitando algum desacerto portista para se chegar à frente no caminho para o intervalo. À ida para o descanso, quatro pontos separavam Oliveirense e FC Porto (37-33).

O terceiro período não trouxe mudanças significativas e serviu apenas para o FC Porto tirar um ponto à diferença (49-46), mantendo-se tudo em aberto para os derradeiros dez minutos, que na realidade não o foram, pois o empate a 67 no final do tempo regulamentar adiou a decisão para o prolongamento. Aí a sorte do jogo sorriu à Oliveirense (84-78), que assim bateu os Dragões pela terceira vez esta época.

Will Hanley (22 pontos e 10 ressaltos), Sasa Borovnjak (17 pontos e 9 ressaltos), Pedro Pinto (13 pontos) e Will Sheehey (12 pontos) foram os elementos mais inspirados no coletivo portista.

FICHA DE JOGO

OLIVEIRENSE-FC PORTO, 84-78 (a.p.)
Taça Hugo dos Santos, meias-finais
10 de fevereiro de 2018
Pavilhão Municipal de Sines

Árbitros: Fernando Rocha, Luís Lopes e José Gouveia

OLIVEIRENSE: José Barbosa (6), Travante Williams (9), João Balseiro (14), Eric Coleman (4) e Arnette Hallman (10)
Suplentes: Rui França, João Guerreiro (5), Renato Azevedo, João Abreu (6), Eduardo Guimarães, Luka Nikolic (4) e James Ellisor (26)
Treinador: Norberto Alves

FC PORTO: Pedro Bastos (2), Marcus Gilbert (6), Will Sheehey (12), Will Hanley (22) e Sasa Borovnjak (17)
Suplentes: Miguel Queiroz (2), Pedro Pinto (13), André Bessa, António Monteiro (4), Miguel Miranda, Ferrán Ventura e Keven Gomes
Treinador: Moncho López

Ao intervalo: 37-33
Parciais: 19-22, 18-11, 12-13, 18-21, 17-11