Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Dragões já aceleram a preparação da nova época

Gustavo Veloso e Rui Vinhas são as duas grandes figuras da equipa, que apresenta três caras novas

W52-FC Porto-Mestre da Cor. É este o novo “naming” da equipa de ciclismo do FC Porto, que esta quinta-feira esteve no Estádio do Dragão para efetuar os habituais testes médicos e as fotos oficiais para a nova época, numa manhã que ficou também marcada pelo encontro com o presidente Jorge Nuno Pinto da Costa. No primeiro dia de estágio de preparação para uma temporada que se espera de igual ou maior sucesso do que a de 2016, chamaram a atenção as três caras novas da versão 2017 do pelotão azul e branco, que face a 2016 viu sair apenas Rafael Reis.

A entrada de Amaro Antunes (ex-LA Antarte), Jacobo Ucha (ex-Rádio Popular-Boavista) e Tiago Ferreira (ex-Sub-23 Liberty) dão garantias ao diretor desportivo Nuno Ribeiro de uma equipa equilibrada, com “uma base muito idêntica à do ano anterior”. O responsável técnico dos Dragões destaca a Volta a Portugal como o objetivo central de uma época em que pretende conseguir o maior número de vitórias possível, até porque sabe que com a camisola azul e branca vestida “é importante não desapontar os adeptos e as pessoas envolvidas em todo o projeto”. Sobre o calendário competitivo, que começa com a Volta a Valência, em Espanha (1 a 5 de fevereiro), Nuno Ribeiro admite que o objetivo é aumentar o número de provas internacionais, compensando dessa forma o facto de o calendário nacional terminar relativamente cedo.

No que respeita à ambição dos ciclistas, essa mantem-se intacta e inalterada face ao ano anterior. Garantem-no o chefe de fila Gustavo Veloso e o vencedor da Volta a Portugal Rui Vinhas, que continuam a ver a equipa portista “​muito forte”​.

Quanto a novas aquisições, Amaro Antunes será o nome mais conhecido entre os que acompanham a modalidade. O trepador, ex-LA Antarte, disse estar “muito contente” por integrar uma equipa que “não precisa de apresentações” e que o seu objetivo primeiro é ser o mais regular possível. Mais novos, e também por isso menos experientes, são o espanhol Jacobo Ucha e Tiago Ferreira. O primeiro, de 23 anos, apresenta-se como um “corredor grande, bom rolador e forte nos contrarrelógios”, enquanto Tiago Ferreira (22 anos), que se estreia como profissional, falou no grande passo na carreira e em poder juntar-se a uma equipa “com tanto peso”.

Nuno Ribeiro (diretor desportivo)
“A equipa continua com a base do ano passado. Houve a perda importante do Rafael Reis, mas conseguimos ganhar mais dois ciclistas jovens com qualidade e o Amaro Antunes que já tem provas dadas. A nossa equipa tem sempre a Volta a Portugal como meta, mas, tal como no ano passado, todos as provas a que vamos é com a ideia de conseguir a vitória final. Sobre isso não nos podemos descuidar, para não desapontar os nossos adeptos e toda a gente envolvida no projeto.”

Gustavo Veloso
“Os objetivos são os mesmos dos últimos anos. Penso que tanto a nível individual como coletivo a Volta a Portugal é o grande objetivo, e depois é manter durante toda a época um nível bom, colocando sempre ciclistas nos lugares da frente. Sabemos que é complicado estar aí, mas é esse o objetivo. Temos uma equipa de bons ciclistas, praticamente a mesma do ano passado, e com uma boa planificação isso torna-se mais fácil. É importante levar o nome do FC Porto e dos nossos patrocinadores a qualquer lugar sempre com um nível alto de profissionalismo.”

Rui Vinhas
“É uma nova época e os meus objetivos passam por conseguir mais vitórias, tal como são os objetivos da equipa. Vamos tentar que seja um ano igual ou melhor do que o de 2016. Quanto a mim, agora com mais responsabilidade, vou tentar ter mais cuidados e fazer uma época a bom nível. Tivemos uma perda grande, que foi Rafael [Reis], mas continuamos uma equipa muito forte, porque temos o Amaro Antunes e mais dois jovens com muito valor.”

Amaro Antunes
“É uma equipa que não precisa de qualquer tipo de apresentação. Já demonstrou na estrada todo o seu valor e é para mim uma mais valia fazer parte deste grande grupo. Sou um trepador e um ciclista que se defende bem em provas por etapas, como a Volta a Portugal, e por isso creio que sou um ciclista completo.”

Jacobo Ucha
“Em primeiro lugar espero acomodar-me rapidamente, conhecer os colegas, ser parte integrante a ajudar. Venho com muita ilusão, também pelo facto de se abrirem alguns horizontes internacionais. Sou um corredor grande, forte, bom rolador e nos contrarrelógios e que se defende bem nas chegadas ao sprint.”

Tiago Ferreira
“É um passo grande visto que esta é uma equipa grande e com um nome com muito peso. Acima de tudo, vai ser um ano de muita aprendizagem e de muito trabalho ao mais alto nível. Sou um ciclista combativo, pronto para ajudar a equipa no que for preciso, e que quer sempre estar na melhor forma.”

Fonte: FC Porto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *