Dragões vão recorrer para o Conselho de Justiça da decisão sobre clássico de andebol

Federação de Andebol de Portugal informou esta terça-feira que o Conselho Técnico indeferiu protesto do FC Porto

 

O FC Porto vai recorrer para o Conselho de Justiça da Federação de Andebol de Portugal da decisão de indeferir o protesto apresentado relativamente ao jogo com o Benfica, da nona e penúltima jornada da fase final do Andebol 1, disputado a 20 de maio. Os Dragões perderam o encontro por 28-27 e, como consequência, a liderança da prova.

Recorde-se que o FC Porto contesta dois lances: um golo anulado a Alexis Borges, na conclusão de uma situação de advertência de jogo passivo, que colocaria os portistas na frente por 27-28, e a não desqualificação e marcação de um livre de sete metros favorável aos azuis e brancos nos últimos segundos, após falta de Tiago Pereira sobre Rui Silva.