Em vias de ser o melhor reforço de inverno da história portista

A um golo de superar Benni

Em vias de ser o melhor reforço de inverno da história portista

Soares chegou aos 12 golos pelo FC Porto e igualou o feito alcançado pelo antigo jogador sul-africano, o melhor reforço de inverno. E ainda tem mais três jogos pela frente para ultrapassar o ex-avançado

O SUL-AFRICANO BRILHOU TANTO EM 2000/01 QUE VOLTOU EM 2003/04 – E PARA SER CAMPEÃO DA EUROPASoares não conseguiu igualar Pena com uma série de nove jogos consecutivos de campeonato a marcar (ficou-se pelos seis), mas ainda vai a tempo de ser o melhor reforço de inverno da história do FC Porto, pelo menos em relação aos golos marcados. Benedict McCarthy, que chegou em dezembro de 2001, marcou 12 golos em 11 jogos de campeonato e impressionou toda a gente, especialmente José Mourinho, que fez força para o ter no ano seguinte. Não o conseguiu, mas o sonho não se desfez e Benni acabaria por voltar em 2003, a tempo de ajudar o FC Porto a ser campeão da Europa.

Agora reformado, na África do Sul, McCarthy nunca escondeu ter continuado portista e “português”, até pela festa que fez quando Portugal se sagrou campeão da Europa de seleções. Soares já deve ter ouvido falar dele. E, também com 12 golos, ainda que em mais um jogo (outros 12), pode agora deixá-lo para trás. Tem três oportunidades para o efeito: Marítimo (fora), Paços de Ferreira (casa) e Moreirense (fora).

Já agora, o avançado sulafricano foi também o último a conseguir uma média igual ou superior a um golo por jogo no campeonato. No caso, para sermos rigorosos, foram exatamente 1,09 golos por jogo. Soares, com a média exata de um tento por partida, está também aí na peugada de Benni.

E já que o assunto são avançados e reforços de inverno, contamos-lhe que nenhum outro jogador em toda a Europa teve um rendimento tão elevado esta época, depois de mudar de clube a meio do ano. Contas feitas, no total Messi (21 golos), Lewandowski (20) e Mbappé (18) são os goleadores máximos dos últimos três meses (os mesmos que leva Soares no Dragão). O portista, com 12, aparece na 12.ª posição, atrás também de Cavani (17), Bas Dost (15), Aubameyang (15), Dzeko (14), Cristiano Ronaldo (14), Lukaku (13), Aguero (13) e Suárez (13), todos jogadores que começaram a época no mesmo clube que continuam a representar. O internacional alemão Draxler, jogador do Paris Saint-Germain, é o segundo com mais golos entre os reforços de inverno de outros países: nove, no caso.

SOARES LIDERA ENTRE BRASILEIROS

GOLEADORES Igualou os 19 golos do internacional espanhol Diego Costa. Nenhum outro brasileiro marca tanto nos 20 principais campeonatos da Europa

Na Europa de 52 países, só um brasileiro (Leonardo Souza) marca mais do que Soares. Mas joga na Sérvia, pelo Partizan

Números impressionantes à atenção de Tite, que não vê tantos golos em nenhum dos jogadores que já chamou à seleção. E entre os candidatos a lá chegar, Soares também não encontra paralelo

O golo em Chaves não bastará para que Soares chegue a melhor marcador da I Liga – só um cataclismo evitará que Bas Dost seja o artilheiro em Portugal –, mas lança-o na corrida para terminar a época como o maior goleador brasileiro da Europa. Neste momento, nos dez principais campeonatos europeus, só Diego Costa, do Chelsea, marcou tanto como Soares.

O dado é absolutamente notável, porque na lista há centenas de atacantes, alguns até bem conhecidos, como Neymar ou Roberto Firmino, dois dos intocáveis para Tite, o selecionador da canarinha. E Diego Costa até nem faz parte da lista de selecionáveis, pois escolheu jogar pela Espanha há cerca de dois anos. Boas notícias para o portista, identificado por Sylvinho (adjunto da seleção do Brasil) no SportingFC Porto, dia em que se estreou, logo com um bis, e apareceu pela primeira vez em destaque no seu país de origem.

No ranking dos selecionáveis, é Vágner Love, que reencontrou a boa forma aos 32 anos, no Alanyasport (Turquia), quem mais se aproxima. Sealargamosalistaaos20campeonatos principais, nenhum dos primeiros lugares sofre alterações. Só mesmo na Sérvia, atual 28.º campeonato do ranking europeu, se encontra um brasileiro que marca mais do que Tiquinho: Leonardo Souza, do Partizan, tem 20 golos, mais um do que o portista. Ou seja, até em termos absolutos é possível que Soares venha a ser o rei do Brasil no continente europeu. Mas nos critérios da Bota de Ouro (golos multiplicados pela valorização do campeonato), Soares está muito à frente.

Curiosamente, a lista que lhe apresentamos ao lado está cheia de conhecidos, para além dos nomes mais famosos. Willian José, da Real Sociedad, já foi apontado ao FC Porto algumas vezes. Welthon, do Paços de Ferreira, é um dos nomesmenosmediáticosdamesma. E da mesma subtraímos Júnior Moraes, irmão do antigo portista Bruno Moraes, que tinha dez golos pelo Dínamo Kiev antes de, em fevereiro, sair para a China.

Fonte: Ojogo