Especial Clássico: Deco “FC Porto chega melhor ao jogo”

Com a ajuda de Deco, o último FC Porto-Sporting recebido pelo velho Estádio das Antas terminou com o triunfo robusto da equipa de José Mourinho: 4-1.

Foi uma das grandes figuras do FC Porto entre 1998 e 2004 e participou em vários clássicos. Deco respondeu às perguntas de O JOGO na antevisão à partida desde sábado.

Como se decide um duelo desta natureza?

– É difícil haver um favorito num clássico. O FC Porto chega a este jogo num bom momento, tem subido de rendimento e feito bons jogos. O Sporting tenta reencontrar-se. Por jogar em casa, perante os seus adeptos, o FC Porto pode ter alguma vantagem. Isso pode ter alguma influência, mas vai depender muito de quem souber controlar a maneira de jogar do adversário. Não vejo uma vantagem muito grande do FC Porto em relação ao Sporting, mas acredito que o FC Porto chega a este jogo num momento melhor. O FC Porto tem variado muito o seu jogo e o seu sistema. Importante é entrar com concentração, entrar com vontade e tentar controlar o jogo.

Que jogadores podem decidir o clássico?

– Tudo vai depender de como as equipas se comportarem, até porque ambas têm bons jogadores dos dois lados. Do lado do Sporting há o Gelson, enquanto o Adrien atravessa um momento muito bom. O FC Porto tem grandes jogadores, tem grandes centrais, tem o Danilo, que é um jogador fantástico. Mas não vejo este clássico a ser resolvido por um jogador. Acredito que vai ser resolvido pelo coletivo.


Nesta altura, quem está mais bem apetrechado, o FC Porto ou o Sporting?

– As duas equipas equivalem-se muito. Tal como o FC Porto, o Sporting também tem bons centrais, as duas equipas têm um bom meio-campo e têm jogadores na frente com capacidade de desequilibrar. São duas equipas bastante equilibradas.

Se perder, o Sporting fica afastado do título?

– Ficará certamente mais difícil, o que é natural, tendo em conta a desvantagem que já leva. Além disso, se o Benfica ganhar, ficará ainda mais complicado.

Qual foi o clássico que mais o marcou enquanto jogador?

– Foi uma final da Taça de Portugal [1999/2000]. Marquei um dos golos de livre, apesar de vir de uma lesão no joelho direito. Inclusive, depois acabei por ser operado. Tive de fazer alguns sacrifícios, e nem eu achava que não dava para jogar, mas como demorou algum tempo entre o final do campeonato e a final da Taça de Portugal, consegui recuperar. Tive de me infiltrar para poder jogar, acabei por marcar um golo e ganhámos.

Fonte: Ojogo