Evandro afasta cenário de saída

Ao entrar nos dois últimos jogos, o brasileiro acredita que a sua situação na equipa vai mudar

O brasileiro admitiu que esperava ter mais tempo de jogo por esta altura, mas não dramatiza, porque se sente motivado com os últimos sinais que recebeu nos jogos com o Chaves e em Copenhaga

Evandro está contente por voltar a ser opção para NunoEvandro jogou em Chaves e voltou a entrar nas contas de Nuno Espírito Santo com o Copenhaga, participando no terceiro jogo pelo FC Porto desde o início da temporada. São precisamente as últimas solicitações que trazem o brasileiro motivado, porque até aqui a situação não lhe estava a ser nada favorável. “Tem sido complicado, é verdade, mas nos últimos jogos tenho tido oportunidades e é nessas horas que eu tenho de me mostrar e acho que tenho entrado bem”, sublinhou. Nas entrelinhas fica a sensação de que esperava mais tempo de utilização. “Desde que cheguei tenho feito a minha parte e sempre respeitei as decisões dos treinadores que passaram por aqui. Agora, estou contente por estar de volta e sinto-me muito bem. Claro que espero jogar mais vezes”, admitiu.

A situação não é fácil para o brasileiro, mas está longe do desespero, pelo que nem a reabertura do mercado de transferências, em janeiro, é aguardada com particular ansiedade para resolver eventualmente a situação. “Até lá muita coisa pode acontecer, assim como eu não estava a ser convocado há duas semanas, agora já tenho entrado. Mas não penso nisso, faço o meu trabalho aqui, porque sou muito feliz no FC Porto”, garantiu.

Frente ao Copenhaga, Evandro só viu uma equipa merecer a vitória, mas uma vez mais desperdiçar a oportunidade de somar três pontos. “De facto foi uma pena, porque a segunda parte, principalmente, foi muito boa. Acho que todos são da mesma opinião e que o FC Porto merecia a vitória, mas já passou. Agora, o importante é termos de nos concentrar no próximo jogo em casa para tentar resolver o apuramento”, comentou.

Segue-se o Leicester para fechar a fase de grupos da Liga dos Campeões e tentar abrir as portas dos oitavos de final e o médio brasileiro não perde a fé na força que o apoio dos adeptos transmite à equipa: “Quando jogamos no Dragão, com o apoio dos nossos adeptos, a equipa tem tendência a crescer. Vejo as coisas pelo lado positivo. Temos uma boa oportunidade para conseguirmos o apuramento”, lembrou o médio do FC Porto.

42

Evandro alinhou em três jogos esta época, disputando 42 minutos. Depois de jogar seis minutos em Roma e outros seis em Copenhaga, pelo meio jogou meia hora em Chaves

FONTE/ OJOGO