Exibição segura garante regresso às vitórias

FC Porto recebeu e venceu a Juventude de Viana na 15.ª jornada do Campeonato Nacional

 

Nada melhor do que uma vitória para ultrapassar um jogo menos conseguido. O FC Porto Fidelidade sabe-o bem e foi exatamente isso que procurou desde o primeiro momento, com sucesso, na noite desta quarta-feira, na receção à Juventude de Viana. Os Dragões venceram o encontro da 15.ª jornada, por 4-1, com um “bis” de Gonçalo Alves, um golo de Hélder Nunes e outro de Rafa. À condição, a equipa de Guillem Cabestany é agora segunda classificada, com 37 pontos.

Os azuis e brancos começaram a partida praticamente em cima da baliza visitante, mas logo no segundo minuto haveriam de dar inicio a uma luta contra a pouca eficácia, os postes e com o uma cara bem conhecida, que esta noite, pela primeira vez, defrontou a antiga equipa: Edo Bosh, o guardião que ao serviço dos azuis e brancos se sagrou decacampeão, defendeu quase tudo o que havia para defender no primeiro tempo e foi o principal responsável pela igualdade a um golo registada ao intervalo.

Isto porque, no tal segundo minuto, viu Gonçalo Alves desperdiçar uma grande penalidade, fazendo a bola embater no ferro, erro que o avançado acabaria por emendar três minutos depois com um gesto técnico superior para inaugurar o marcador. Com um jogo assente em transições rápidas, o FC Porto dominou praticamente toda a primeira parte, mas, após o golo, os bons desenhos ofensivos acabaram todos eles anulados.

Perante a incapacidade para alargar a vantagem, aproveitou a Juventude de Viana para marcar na primeira ocasião de que dispôs: grande penalidade por si só duvidosa que Grau defendeu à primeira, mas que o árbitro mandou repetir, numa decisão também ela pouco clara. Da segunda vez Tó Silva fez o empate.

Apostado em chegar à vitória, o FC Porto deu continuidade ao domínio e para a segunda parte acrescentou ao seu jogo a eficácia que faltou na primeira. E foi praticamente na primeira oportunidade do tempo complementar que Hélder Nunes fez o 2-1 (29m), num lance que começou com Grau, também ele em grande nível, a segurar o livre indireto correspondente à 10 falta da equipa visitante. Logo depois Rafa fez o 3-1, ​margem que deixou os azuis e brancos mais confortáveis.

A incontestável vitória portista foi consumada com mais um golo de Gonçalo Alves (38m), o seu segundo na partida, que fechou as contas do marcador com um 4-1 favorável aos Dragões.

No calendário portista segue-se agora a Liga Europeia, com uma receção aos italianos do Bassano. O jogo relativo à 6.ª jornada do Grupo B, que já apurou para a fase seguinte o FC Barcelona e o FC Porto, está agendado para sábado, às 20h00 (Porto Canal) e, em caso de vitória, os portistas ainda poderão sonhar com o apuramento no primeiro lugar do grupo. Para isso é necessário esperar por uma pouco provável derrota dos catalães em casa, frente ao Mérignac.

FICHA DE JOGO

FC PORTO FIDELIDADE-JUVENTUDE DE VIANA, 4-1
Campeonato Nacional, 15.ª jornada
15 de fevereiro de 2016
Dragão Caixa, no Porto

Árbitros: José Pinto e Paulo Santos (Porto)

FC PORTO FIDELIDADE: Carles Grau (g.r), Hélder Nunes, Reinaldo Garcia, Rafa e Gonçalo Alves
Jogaram ainda: Ton Baliu, Vítor Hugo, Telmo Pinto e Jorge Silva
Treinador: Guillem Cabestany

JUVENTUDE DE VIANA: Edo Bosh (g.r), André Azevedo, Francisco Silva, Nuno Santos e Tó Silva
Jogaram ainda: Gustavo Lima, Diogo Fernandes, Gonçalo Suíssas e Nélson Pereira
Treinador: Renato Garrido

Ao intervalo: 1-1
Marcadores: Gonçalo Alves (5m, 38m), Tó Silva (14m), Hélder Nunes (29m) Rafa (33m)

Disciplina: cartão azul a Ton Baliu (46m) e Jorge Silva (49m)