Falcao e o FC Porto: Jesualdo, o calcanhar e um golo especial

Avançado colombiano falou sobre as duas épocas que passou ao serviço dos dragões.

Radamel Falcao alinhou numa viagem ao passado, até aos tempos em que representou o FC Porto. Em entrevista ao site da UEFA, o avançado, agora no Mónaco, recordou as duas épocas que vestiu de azul e branco, passando em revista alguns dos momentos mais marcantes.
“O clube [FC Porto] abriu-me as portas e fez-me progredir em todos os aspetos. O treinador Jesualdo Ferreira ensinou-me muita coisa e o plantel estava bem apetrechado. Só precisava de fazer o meu trabalho. Comecei a marcar golos e acho que deixei a minha marca no FC Porto”, começou por contar “El Tigre”, recordando um momento especial da parceria com Hulk:

“Lembro-me de estar a jogar no Dragão contra o Atlético de Madrid. Foi a estreia do De Gea e o Hulk tentou o remate por duas vezes, mas sem sucesso. Depois passou-me e, na altura, fiz a única coisa que podia fazer, que era tocar de calcanhar. Consegui marcar ao De Gea. Acho que esse golo provocou uma pequena revolução na Colômbia, porque na altura não era habitual ver alguém do meu país marcar na Liga dos Campeões”, afiançou.

Abordando de seguida a época 2010/11, na qual o FC Porto conquistou a Liga Europa graças a um golo de Falcao na final, diante do Braga, o colombiano elegeu o momento “mais especial” que viveu nessa temporada:

“Marcar numa final é especial e ajudar a equipa a vencê-la ainda mais. Acho que vou escolher o golo na final Liga Europa como o melhor momento dessa época, porque me deu o primeiro troféu europeu da carreira”, concluiu.

Fonte: Ojogo