FC Porto explica a compra de seis jogadores

FC Porto informou esta terça-feira a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários dos resultados consolidados do primeiro semestre de 2016/17.

O FC Porto informou esta terça-feira a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários dos resultados consolidados do primeiro semestre de 2016/17, nos quais apresenta um resultado negativo de quase 30 milhões de euros (29,580). Os dragões, no documento, dão conta das principais aquisições realizadas de 1 de julho de 2016 a 31 de dezembro de 2016. Os 20 milhões de euros obrigatórios previstos na opção sobre o empréstimo de Óliver já aparecem nas contas deste período, com os dragões a adquirirem 85 por cento dos direitos económicos do médio espanhol pelo dito valor. Alex Telles, informa o clube, custou 6,5 milhões, pagos ao Galatasaray, o mesmo valor que foi pago por Boly, ex-Braga. Depoitre, por seu lado, custou seis milhões de euros por 90% do passe.

Já no que toca a Otávio, o FC Porto adquiriu mais 20 por cento dos direitos económicos por 2,257 milhões de euros e ficou agora com um total de 52,5%. Além disso, comprou o passe de Omar Govea, da equipa B, ao América (México), por dois milhões.