Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

FC Porto: Samaris denunciado, críticas para Xistra e lamentam a transmissão da BTV! Não nos calamos SomosPorto

Dragões acusam o árbitro do jogo com o Benfica de ter prejudicado a equipa de Nuno Espírito Santos e lamentam a transmissão da BTV

Diretor de informação e comunicação do FC Porto entende que o árbitro ignorou agressão de Samaris, acusam o brasileiro Jonas de mergulhador e a BTV de omitir várias imagens do clássico

Dragões criticaram a atuação de Carlos Xistra no clássico de sábado

“O agarrão do Maxi que se fala foi ao Samaris, mas ele já não devia estar em campo, porque deu um soco” “Fica claro que o Jonas quis atingir o treinador do FC Porto” Francisco J. Marques Diretor de Informação e Comunicação do FC Porto

Nem todas as decisões de Carlos Xistra no clássico de sábado, na Luz, mereceram a aprovação do FC Porto. Os dragões, por intermédio do seu diretor de informação e comunicação, dão de barato que o árbitro de Castelo Branco tenha assinalado penálti sobre Jonas, por ter sido “bem fabricado” pelo brasileiro, mas não compreendem o fora de jogo assinalado a Diogo Jota ou a dualidade de critérios na marcação de faltas e exibição de cartões. Francisco J. Marques acusou ainda Samaris de ter agredido Alex Telles logo no segundo minuto, num lance que considera “muito relevante para o jogo” e que, no seu entender, só tinha uma solução: o vermelho .“OS amaris foip ou padoà expulsão ”, referiu, ontem, no programa Universo Porto da Bancada. “Por irónico que possa parecer, o tal agarrão do Maxi que se fala foi ao Samaris. Mas ele já não devia estar em campo, porque deu um murro no Alex Telles”, defendeu, considerando ridícula a teoria de que Felipe empurrou Jonas contra Nuno e acusando o avançado dos encarnados de ter “um comportamento de mergulhador”. “Fica claro que o Jonas quis atingir o treinador do FC Porto”, acrescentou o responsável azul e branco.

Para Francisco J. Marques, a transmissão da BTV teve a particularidade de “filmar os ataques do FC Porto de um angulo aberto” e de as repetições de alguns lances terem sido “escassas”. “Toda a transmissão foi a esconder. Desafio a mostrarem outro tipo de imagens [Alex Telles com Samaris], porque as têm. E não as mostrarem é a confissão de algo”, sustentou, convencido de que “há manipulação de imagens” no canal benfiquista e que isso “cria uma perceção que não é a realidade”.

Fonte: OJOGO