Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Folha exige concentração para reagir à derrota de Viseu

FC Porto B recebe no sábado o Leixões, na 24.ª jornada da Ledman LigaPro

 

Após o desaire no terreno do Académico de Viseu, António Folha espera uma reação positiva do FC Porto B no jogo da 24.ª jornada da Ledman LigaPro, frente ao Leixões, agendado para as 15h00 de sábado (Porto Canal), no Estádio de Pedroso. O treinador admitiu que a concentração é um dos pontos a rever, porque, segundo o técnico, “só uma equipa concentrada e muito equilibrada é capaz de assumir o jogo” sem que corra o risco de ser surpreendida.

Sobre o jogo como o Leixões, António Folha admitiu que terá pela frente um adversário “difícil e motivado” orientado pelo ex-portista e companheiro de equipa Kenedy. Ainda assim, garantiu que a “​cumplicidade” com Kenedy vai ser posta de parte no momento em que o árbitro apitar para o início do encontro.

À partida para a 24.ª jornada do campeonato, o FC Porto B segue na 14.ª posição da tabela, com 28 pontos, mais cinco do que a equipa de Matosinhos, que ocupa o 20.º lugar.

Adversário motivado
“Uma boa atitude e uma boa resposta à derrota, é isso que espero que a equipa consiga fazer. Sabemos que vai ser um jogo difícil, com um adversário motivado, que vem de uma boa vitória. Vamos ter de jogar com muita concentração, para não sermos surpreendidos.”

Evitar os erros do jogo em Viseu
“Depois de uma boa primeira parte, em que controlámos o jogo, a entrada na segunda parte não foi tão boa. Uma equipa que quer assumir o jogo com a bola tem de estar muito equilibrada, para não ser surpreendida nas transições. Este campeonato tem muitas transições, muitos ataques rápidos e, se queremos jogar com bola, temos de estar muito compenetrados. Quando não estamos concentrados podemos ser surpreendidos e isso foi claramente o que aconteceu em Viseu, onde o adversário, em duas transições, fez dois golos. Fomos a equipa mais dominadora com bola, criámos boas oportunidades e tivemos uma primeira parte muito boa.”

Amizade fica fora das quatro linhas
“Isso não me passa pela cabeça, passa-nos pela cabeça o que as nossas equipas, a minha e a do Kenedy, poderão fazer em campo. É nisso que estou focado, naquilo que somos capazes de fazer. Isso preocupa-me muito mais do que o adversário, obviamente sabendo que tem qualidade e que nos vai criar muitas dificuldades.”

Pode encontrar aqui​ informações sobre os bilhetes para este jogo.

Fonte: FC Porto