Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Goleada com “manita” de Hélder Nunes

Dragões bateram o Riba d’ Ave (11-2) na 13.ª jornada do Campeonato. Capitão marcou cinco golos

 

Mais de cinco anos depois, o FC Porto Fidelidade regressou a Riba d’Ave e, tal como naquele 12 de novembro de 2011, saiu com uma goleada da vila do concelho de Famalicão. Na altura venceu por 9-1, neste sábado bateu um dos recém-promovidos ao convívio entre os grandes do hóquei em patins por 11-2, com Hélder Nunes a ser a figura do jogo ao marcar metade dos golos azuis e brancos, sendo que Vítor Hugo, Jorge Silva e Reinaldo Garcia contribuíram com dois cada um para o resultado final. Os Dragões terminam a 13.ª jornada do Campeonato Nacional, a última da primeira volta, com 34 pontos, menos dois do que o Benfica, primeiro da tabela.

Os portistas não revelaram grandes dificuldades na adaptação ao piso em cimento e às dimensões do rinque do Pavilhão Parque das Tílias, diferentes das habituais. Prova disso é que aos sete minutos já ganhavam por 2-0, graças a um bom golo de Jorge Silva na conclusão de uma boa jogada coletiva, já depois de Hélder Nunes ter aberto a contagem logo aos dois. O capitão azul e branco estava inspirado e só precisou de 11 minutos para assinar mais dois golos, colocando o marcador num 0-4.

Atónitos com a vantagem gorda e madrugadora dos portistas, os minhotos demoraram, mas reagiram e, por intermédio do jogador/treinador Hugo Azevedo, reduziram para 4-1. E já depois de terem visto o guarda-redes Nélson Filipe defender um livre direto e, logo a seguir, um penálti, conseguiram chegar ao segundo golo, com a assinatura de Bruno Pinto. O relógio contava o penúltimo minuto da partida, mas ainda houve tempo para a resposta do FC Porto, com um excelente golo de Reinaldo Garcia, de regresso aos convocados após ter falhado, por lesão, o encontro de sábado passado, no Dragão Caixa, frente ao Valongo (4-1)​.

Na segunda parte, Guillem Cabestany lançou o mesmo cinco com que iniciou o jogo e voltou a ver uma boa entrada dos Dragões. Jorge Silva viu a bola embater por duas vezes no poste da baliza de João Gomes, ameaçando o sexto golo, que viria a ter a assinatura de Hélder Nunes, ainda que com alguma felicidade à mistura. No minuto seguinte, na sequência de um livre direto, o defesa/médio sentenciou praticamente a partida ao apontar o 7-2 e a tornar-se no primeiro jogador do FC Porto a conseguir uma manita de golos pela primeira vez nesta temporada – foi o 19.º no campeonato, o 25.º em 2016/17, o que faz dele o melhor marcador dos azuis e brancos até ao momento.

Com 25 minutos de sentido praticamente único, os portistas foram dando mais volume ao resultado sem grande surpresa. Jorge Silva bisou no jogo e depois foi imitado por Vítor Hugo, quando faltavam pouco mais de quatro minutos para o fim, o tempo suficiente para Reinaldo Garcia também chegar ao segundo golo e fixar o resultado a poucos segundos do soar da buzina, num jogo em que os Dragões ultrapassaram a barreira dos 100 golos na época – são, agora, 109 em 18 partidas.

Segue-se no calendário a deslocação a França para defrontar o SA Merignac (sábado, 19h30 portuguesas), em encontro da quinta jornada da Liga Europeia. Os Dragões ocupam a segunda posição Grupo B, com sete pontos, menos dois do que o Barcelona, primeiro, e mais um do que o Bassano, terceiro classificado.

FICHA DE JOGO

RIBA D’ AVE-FC PORTO FIDELIDADE, 2-11
Campeonato Nacional, 13.ª jornada
28 de janeiro de 2017
Pavilhão Parque das Tílias, Riba d’ Ave

Árbitros:Rui Torres e Florindo Cardoso (Minho)

RIBA D’ AVE: João Gomes (g.r.), Raul Lopes (cap.), Bruno Pinto, Nuno Pereira e Vítor Hugo
Jogaram ainda: João Aurélio Costa (g.r.), Hugo Azevedo, Tiago Pimenta, João Abreu e João Ferreira
Treinador: Hugo Azevedo

FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r.), Hélder Nunes (cap.), Ton Baliu, Gonçalo Alves e Jorge Silva
Jogaram ainda: Carles Grau (g.r.), Telmo Pinto, Reinaldo Garcia, Vítor Hugo e Rafa
Treinador: Guillem Cabestany

Ao intervalo: 2-5
Marcadores:Hélder Nunes (2m, 11m, 13m, 31m e 32m), Jorge Silva (7m e 33m), Hugo Azevedo (16m), Bruno Pinto (24m), Reinaldo Garcia (24m e 50m), Vítor Hugo (37m e 46m)
Disciplina: cartão azul a Tiago Pimenta (13m)

Fonte: FC Porto