Goleada no dérbi

FC Porto Fidelidade venceu no rinque do Infante de Sagres, por 9-1, com um hat-trick de Baliu

 

O FC Porto Fidelidade não relaxou, como tinha prometido Ton Baliu, e venceu de forma autoritária no recinto do Infante de Sagres, por claros 9-1, em partida da 13.ª jornada do Campeonato Nacional. A superioridade dos Dragões traduziu-se naturalmente no dérbi, que estava praticamente resolvido ao intervalo (3-0), o que permitiu a Guillem Cabestany rodar toda a equipa, inclusive o jovem Dinis Abreu, que costuma alinhar pela formação B. O resultado permite, pelo menos até ao final do Sporting-Oliveirense deste domingo, ascender ao segundo lugar, a dois pontos do Benfica.

O Infante de Sagres criou mais dificuldades aos Dragões na primeira parte, em que Hélder Nunes abriu o marcador aos cinco minutos, na conversão de um livre direto (após cartão azul mostrado a João Campelo), e em que Baliu ampliou para 2-0, aos 12. Porém, Nélson Filipe, que cumpriu os 50 minutos na baliza, foi mesmo forçado a algumas boas defesas, inclusive a um livre direto (o que repetiria na segunda parte). Mas o 3-0 – apontado por Baliu depois de uma grande arrancada de Rafa, quando os Dragões tinham apenas quatro homens em pista (Gonçalo Alves tinha visto o azul) – foi o momento decisivo, em que os locais perceberam que não seria possível oferecer réplica.

Os azuis e brancos até mostraram mais controlo do jogo (e marcaram mais golos) na segunda parte, com destaque para Baliu, que completou o seu primeiro hat-trick desde que chegou ao FC Porto, no início da temporada passada. Álvaro Morais também bisou na segunda parte, tendo os restantes golos sido apontados por Gonçalo Alves, Telmo Pinto e Rafa. Fechada a primeira volta, a segunda arranca no próximo sábado, com uma deslocação a Grândola (17h00).

FICHA DE JOGO

INFANTE DE SAGRES-FC PORTO FIDELIDADE, 1-9
Campeonato Nacional, 13.ª jornada
20 de janeiro de 2018
Pavilhão do Infante de Sagres, no Porto

Árbitros: António Santos e Manuel Oliveira

INFANTE DE SAGRES: Bruno Ferreira (g.r.), João Pinheiro (cap.), Tiago Pinheiro, Tiago Ferraz e Celso Silva
Jogaram ainda: João Campelo, Bruno Fernandes, Carlos André e João Candeias
Treinador: Fernando Almeida

FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r.), Reinaldo Garcia, Ton Baliu, Hélder Nunes (cap.) e Álvaro Morais
Jogaram ainda: Gonçalo Alves, Telmo Pinto, Rafa e Dinis Abreu
Treinador: Guillem Cabestany

Ao intervalo: 0-3
Marcadores: Hélder Nunes (5m), Ton Baliu (12m, 23m e 44m), Álvaro Morais (27 e 34m), Gonçalo Alves (32m), Bruno Fernandes (39m), Telmo Pinto (42m) e Rafa (48m)

Disciplina: cartão azul a João Campelo (5m), Gonçalo Alves (22m) e Tiago Ferraz (48m)

Fonte: FC PORTO