Grandes penalidades tramam Dragões na Catalunha

Reus e FC Porto empataram a dois golos, mas os espanhóis foram mais fortes no desempate por grandes penalidades (4-2)

 

O FC Porto Fidelidade falhou na noite deste sábado o apuramento para a final-four da Liga Europeia de clubes de hóquei em patins, após ter sido derrotado no desempate por grandes penalidades pelo Reus (4-2), depois de um empate a duas bolas no final do prolongamento. No momento da decisão, os Dragões não conseguiram bater o guardião Pedro Henriques, tendo os espanhóis concretizado dois penáltis.

Equilíbrio foi a nota dominante de toda a eliminatória, que teimou até aos momentos finais em não se desempatar. Um pouco à imagem do que aconteceu no Dragão Caixa, a equipa da casa acabou por tomar a iniciativa e a dianteira do marcador, mas os visitantes, neste caso o FC Porto, acabaram sempre por conseguir anular a vantagem caseira. Quatro minutos foi o tempo que o Reus precisou para desfazer o 7-7 com que terminou o desafio da primeira mão, com Marc Torra (4m) a aproveitar uma desconcentração da defensiva portista para fazer o 1-0. Apesar de inúmeras oportunidades para ambos os lados, foi com esse resultado com que se chegou ao descanso.

Ainda mais animado foi o segundo tempo, que rendeu três golos. Primeiro, Hélder Nunes, que apostou num violento remate do meio-campo para fazer um espetacular golo, que valeu o empate. Mas pouco apostado no empate estava o Reus, e mostrou-o por Raul Marin, que voltou a colocar o conjunto catalão em vantagem a sete minutos do fim. Ainda assim, esses sete minutos foram suficientes para Gonçalo Alves voltar a empatar tudo: o 77 portista aproveitou da melhor forma a cobrança de um livre direto a seis do final. Foi igualada a dois golos que a partida seguiu para o prolongamento, que não foi suficiente para desfazer o empate. O jogo mais aberto do tempo regulamentar deu lugar a uma abordagem mais cautelosa nos 10 minutos do tempo extra.

Na decisão das grandes penalidades, acabaram por ser mais fortes os espanhóis, que concretizaram duas das quatro tentativas. Alex Rodríguez e Joan Salvat foram os marcadores de serviço, que colocaram o Reus no lote de quatro finalistas da prova.

Quanto aos Dragões, voltam à competição já na próxima quarta-feira, para jogar os oitavos de final da Taça de Portugal frente à formação do Oeiras. O jogo está agendado para as 21h00.

FICHA DE JOGO

REUS-FC PORTO, 4-2
Liga Europeia, Quartos de final, 2.ª mão
1 de abril de 2017
Palácio dos Desportos de Reus, Reus, Espanha

Árbitros: Filippo Fronte e Alessandro Ecclesi (Itália)

REUS: Pedro Henriques, Alex Rodríguez, Joan Salvat, Marco Torra e Albert Casanovas
Jogaram ainda: Sergi Torné, Matias Platero, Raul Marin (cap.) e Marc Ollé
Treinador: Enrico Mariotti

FC PORTO: Nélson Filipe, Hélder Nunes (cap.), Reinaldo Garcia e Gonçalo Alves
Jogaram ainda: Ton Baliu, Jorge Silva, Telmo Pinto e Vítor Hugo
Treinador: Guillem Cabestany

Ao intervalo: 1-0
Marcadores: Marc Torra (4m), Hélder Nunes (28m), Raul Marin (43m) Gonçalo Alves (44m), Alex Rodríguez

Disciplina: cartão azul a Joan Salvat (15m, 37m), Reinaldo Garcia (15m), Telmo Pinto (41m), Raul Marin (44m)

Fonte: FC Porto