Gustavo Veloso estreia-se a vencer no Santuário de Santa Luzia

W52-FC Porto-Mestre da Cor conquistou a quarta vitória em seis dias de prova. Alarcón continua de amarelo

 

Gustavo Veloso estreou-se esta quarta-feira a vencer na edição de 2017 da Volta a Portugal em bicicleta, depois de ser o primeiro ciclista a cortar a meta da quinta etapa, instalada junto ao Santuário de Santa Luzia, em Viana do Castelo.

O chefe de fila portista, que à partida para a etapa era sexto da classificação geral, somou o primeiro triunfo nesta edição, concluindo os 179,6 quilómetros da tirada em 4h37m56s. O triunfo de Veloso, no sexto dia da Volta, junta-se assim ao de Samuel Caldeira e aos dois de Raúl Alarcón, que continua a envergar a camisola amarela. A fechar o pódio em Viana do Castelo ficaram Vicente de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé) e Daniel Mestre (Efapel), ambos com o mesmo tempo de Veloso.

Após a estreia nos triunfos em 2017, o galego admitiu estar feliz e garantiu ainda que a equipa continua a ser a prioridade de todos os ciclistas: “A intenção, no início, era preparar a chegada para o Raúl, mas uma curva no final complicou tudo. Ele ficou um pouco para trás e eu apertei ao máximo e consegui vencer. A equipa está a fazer uma boa volta. Temos quatro vitórias, a camisola amarela e não poderia estar melhor. Agora é continuar a pensar no dia a dia, e seja quem for que fique com a amarela eu estarei cá para o apoiar”, disse.

A etapa de hoje acabou por ficar marcada por uma fuga de três ciclistas, que assumiram praticamente as despesas de toda a tirada. Chegaram a ter 3m45s sobre o pelotão, mas a vantagem foi caindo à medida que a organização no grupo principal se fez notar. A fuga acabou anulada a sete quilómetros do final, no início da derradeira subida para o Santuário de Santa Luzia, e aí acabou por se ver um cenário idêntico ao de outros dias: um comboio de dorsais azuis e brancos a impor um ritmo forte de mais para a concorrência, impotente para anular mais um triunfo portista.

Nas contas da classificação geral, Alarcón continua líder, agora com 25 segundos sobre o segundo classificado, Rinaldo Nocentini (Sporting Tavira), e 29 sobre o companheiro de equipa Amaro Antunes. Quanto a Veloso, aproximou-se da liderança, seguindo agora a 36 segundos do companheiro de equipa. Líder continua também a formação da W52-FC Porto Mestre da Cor na classificação coletiva.

Na quinta-feira corre-se a 6.ª etapa da Volta, que ligará Fafe a Braga. Esta é a tirada que antecede o dia de descanso, mas os seus 182,7 quilómetros estão longe de ser um passeio para o pelotão. Esta é mesmo uma das etapas mais exigentes da prova e terá no Monte do Viso (1.ª categoria) a sua maior barreira. Além disso, há a destacar o famoso Salto da Pedra Sentada (2.ª categoria), tão popular no desporto automóvel, e a subida ao Bom Jesus de Braga (3.ª categoria), ainda no primeiro terço da etapa.

Fonte: FC Porto