Há clássico na final da Taça Hugo dos Santos

FC Porto defronta o Benfica este domingo, depois de ter vencido a Oliveirense nas meias-finais da competição (70-65)

 

Às 15h00 deste domingo (Porto Canal), no Pavilhão Municipal de Oliveira do Hospital, FC Porto e Benfica discutem o segundo troféu da temporada, a Taça Hugo dos Santos, depois da vitória azul e branca (84-70), na Supertaça, disputada em setembro do ano passado. Os Dragões, atuais detentores do troféu – conquistado precisamente aos lisboetas​ -, garantiram a presença no jogo decisivo depois de na tarde deste sábado terem batido a Oliveirense por 70-65, nas meias-finais da competição, num jogo dividido do princípio ao fim e com trocas constantes no marcador.

Esperava-se um jogo equilibrado entre os líderes da Liga, os Dragões, e um dos segundos classificados, a Oliveirense, e foi o que se viu durante a maior parte dos 40 minutos de basquetebol. Os azuis e brancos entraram melhor e chegaram ao fim do primeiro período a vencer por quatro pontos; a equipa de Oliveira de Azeméis reagiu no segundo e ainda conseguiu passar para a frente do marcador, chegando a ter uma vantagem de três pontos. Mas uma boa resposta dos campeões nacionais nos últimos minutos permitiu-lhes chegar ao fim da primeira metade da partida a vencer por 34-33.

O intervalo pouco ou nada mudou a feição do encontro: o FC Porto mandou no marcador durante o terceiro período, embora com a Oliveirense sempre muito por perto, o que deixou as duas equipas separadas por apenas dois pontos à entrada para o último período. E aí a formação de Oliveira de Azeméis voltou a protagonizar uma entrada forte e retomou o comando do marcador quando faltavam cerca de quatro minutos para se cumprirem os 40 regulamentares. Nos últimos dois, porém, com um triplo de Thomas Bropleh – o melhor marcador dos portistas, com 16 pontos -, a equipa de Moncho López voltou a passar para a frente do resultado para de lá nunca mais sair até ao fim da partida.

FICHA DE JOGO

OLIVEIRENSE-FC PORTO, 65-70
Taça Hugo dos Santos, meia-final
4 de fevereiro de 2017
Pavilhão Municipal de Oliveira do Hospital

Árbitros: Sérgio Silva, Pedro Coelho e Pedro Rodrigues

OLIVEIRENSE: José Barbosa (17), Elvis Évora (2), Arnette Hallman (6), Rui Coelho (8) e James Ellisor (12)
Jogaram ainda: Carlos Morris (16), Renato Azevedo, Sergi Brunet e James Ellosor (12)
Treinador: Pedro Miguel

FC PORTO: José Silva (13), Brad Tinsley (11), Miguel Miranda (3), Sasa Borovnjak (13) e Thomas Bropleh (16)
Jogaram ainda: André Bessa, Miguel Queiroz (4), Nick Washburn (10), Pedro Bastos, João Gallina, Ferrán Ventura e João Grosso
Treinador: Moncho López

Ao intervalo: 40-38
Parciais: 17-21, 16-13, 13-16, 19-20

 

Fonte: FC Porto