Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Hélder Nunes: “Queremos continuar a ganhar”

Capitão do FC Porto falou sobre a edição de 2017/18 da Elite Cup, que decorre entre 5 e 7 de outubro, em Coimbra

 

Depois de uma época cem por cento vitoriosa a nível interno, a equipa de hóquei em patins do FC Porto já prepara a defesa dos três títulos conquistados em 2016/17 e, antes do arranque oficial da nova temporada, a Elite Cup é o desafio que ocupa a cabeça de jogadores e equipa técnica portistas.

Coube ao capitão Hélder Nunes fazer o lançamento da prova que decorre entre os dias 5 e 8 de outubro, em Coimbra, e que junta na cidade dos estudantes as oito melhores equipas do campeonato de 2016/17. Os objetivos são claros: terminar bem a pré-época para entrar bem na Supertaça e assim defender com êxito o primeiro troféu da temporada. A estreia na prova está agendada para quinta-feira (15h00, Porto Canal), numa partida frente ao Valença.

Ambição de continuar a ganhar
“Depois de no ano passado termos ganho tudo em Portugal, temos a ambição de terminar esta pré-época da melhor maneira. E por isso ganhar a Elite Cup seria muito bom. Estamo-nos a preparar para a Supertaça e estes dois jogos servem fundamentalmente para isso, para melhorar a forma física e tática.”

Jogos “difíceis e intensos”
“Vão ser três jogos muito intensos, muito difíceis, frente às melhores equipas do campeonato passado. E isso diz tudo da qualidade que há nesta prova.”

Ambições para a época
“Somos uma equipa jovem, com ambição, mas queremos mais. Continuar a ganhar é o nosso único foco. Esta Elite Cup é mais um passo na preparação de uma época que não importa como começa, mas sim como acaba. E o ano passado foi a prova disso.”

Desgaste do Mundial não vai afetar
“Falo por nós e acho que isso não vai afetar. Temos uma equipa recheada de excelentes jogadores e a rotatividade que a equipa tem dá para gerir o nosso cansaço.”

Arestas a limar
“Temos mais um ano a jogar todos, ou quase todos, juntos. Entrou o Alvarinho que já nos conhecia. Isso é uma mais-valia porque podemos quase jogar de olhos fechados, mas ainda há muito a melhorar.”

Os adversários a bater
“Na minha opinião serão os mesmos que no ano passado. Foi um ano difícil, porque andámos quase sempre atrás do prejuízo e ao fim acabamos de ser bafejados pela sorte. Vamos tentar não andar atrás e sim andar à frente e no fim sermos nós a festejar. O hóquei em patins português está cada vez melhor e uma das coisas boas do nosso campeonato é que qualquer equipa pode tirar pontos a outra.”

Fonte: FC Porto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *