Honrar a história num jogo histórico

FC Porto e Leicester reencontram-se no Estádio do Dragão para disputar a última jornada da Liga dos Campeões

 

Quando, às 19h45 desta quarta-feira, o alemão Felix Zwayer apitar para o jogo número 50 da Liga dos Campeões do Estádio do Dragão, o FC Porto terá 90 minutos para garantir, frente ao Leicester, o acesso à fase a eliminar pela 12.ª vez em 21 presenças na mais prestigiada competição de clubes à escala mundial. Entra na sexta e última jornada no segundo lugar do grupo G, com oito pontos e dono do seu próprio destino: será apurado em caso de vitória ou, pelo menos, se imitar o resultado o Copenhaga em casa do Club Brugge.

Numa viagem ao passado verificamos que os azuis e brancos, recordistas de participações na Champions ao lado de Barcelona e Real Madrid, já tiveram que defender a qualificação para a fase a eliminar na derradeira jornada por cinco ocasiões e em quatro delas seguiu em frente: em 1999/2000 derrotou o Hertha Berlim, na Alemanha, por 1-0; em 2001/02 recebeu e venceu o Rosenborg por 1-0; em 2006/07 empatou 0-0 em casa com o Arsenal; e em 2007/08, também no Dragão, bateu o Besiktas por 2-0. A única ocasião em que isso não aconteceu foi na época passada quando em Londres perdeu por 2-0 e caiu do primeiro lugar do grupo para o terceiro.

O FC Porto terá pela frente o Leicester, atual 16.º classificado da Premier League, já qualificado para a próxima fase da Champions, sendo uma de dez equipas ainda invictas na competição e uma das que ainda não sofreu golos fora de casa (consentiu apenas um na receção ao Club Brugge).

Por falar em registo defensivo, os Dragões também poderão fazer história frente ao campeão inglês. Caso não sofram golos das “raposas”, atingirão uma sequência de seis jogos com a baliza inviolada, o que será inédito neste século XXI. A última vez que tal aconteceu foi entre novembro e dezembro de 1999.

Na conferência de imprensa de antevisão da partida, Nuno Espírito Santo garantiu “máxima determinação, concentração e empenho” da equipa para bater o Leicester e assim“estar nas 16 melhores da Europa”​. Ao lado do treinador esteve Iker Casillas, que sublinhou a importância do jogo “para o clube, para a cidade e para os adeptos”​ e para o qual os jogadores vão partir com “renovada confiança” depois da vitória sobre o Sporting de Braga (1-0) no passado sábado, para a Liga NOS.

O encontro entre os azuis do Porto e os azuis de Leicester será antecipado no Porto Canal a partir das 18h30, acompanhado no Facebook e seguido em tempo real no Twitter e na app oficial​ do FC Porto. Após o apito final, faz-se a análise da partida no Porto Canal e em www.fcporto.pt, com a crónica e as declarações do treinador e de outros intervenientes.

Fonte: FC PORTO

Imagem: FC PORTO