João Ferreira: “Mostrámos a raça do Dragão”

Bilharista do FC Porto mostrou-se orgulhoso pelo triunfo na Taça da Europa de clubes, troféu que até aqui era uma utopia

 

Foi do taco de João Ferreira que saiu a carambola decisiva para a conquista do título europeu de bilhar as três tabelas do FC Porto​, que na tarde deste domingo se impôs na Academia de Bilhar do Estádio do Dragão à formação turca do Gaziantepspor. Depois de jogar a bola mais importante da sua curta, mas já recheada carreira, o bilharista do FC Porto não escondeu o orgulho por ter participado decisivamente na conquista do maior título por equipas do continente europeu, numa final que até nem começou bem os portistas. Foi por isso, segundo o jogador, vir ao de cima toda a “raça do Dragão”, para tornar realidade a conquista de um troféu que até então era utópico.

A alegria foi bem visível na cara de todos os responsáveis por este inédito triunfo e as primeira palavras dos protagonistas, instantes depois de confirmada a vitória, deixaram bem claras as emoções d e todos, desde o respónsavel pela secção de bilhar do FC Porto, Alípio Jorge, aos jogadores Rui Manuel Costa e Daniel Sánchez.

João Ferreira
“É um orgulho enorme. É um sonho que todos nós esperávamos ver cumprido. Não sei bem explicar, mas este título era praticamente uma utopia. Hoje mostrámos uma vez mais a raça do Dragão, numa partida que se começou a complicar, mas a que soubemos reagir.”

Daniel Sánchez
“Esta vitória é tudo. É impressionante a alegria que estou a sentir. Esta equipa é muito grande. Está muito longe de ser os quatro ou cinco que estão aqui na mesa a jogar. São todos estes que nos apoiam de uma forma espetacular. Os títulos individuais são bons, mas nada de compara com isto.”

Rui Manuel Costa
“Hoje era o nosso dia. Começámos mal, mas tudo mudou no final. Esta vitória é uma autêntica loucura para nós. Viva o FC Porto.”

Alípio Jorge (Responsável pela secção de bilhar do FC Porto)
“Sinceramente nem sei bem o que dizer. Era a 11.ª vez que íamos ficar com uma medalha e não conseguíamos o que queríamos. Mas a alma dos nossos jogadores fez toda a diferença, em especial a dos portugueses, que foram absolutamente fundamentais nesta vitória. É um triunfo do FC Porto e em particular do nosso presidente Jorge Nuno Pinto da Costa, porque sempre apoia esta secção.”

Fonte: FC Porto