Joaquim Silva foi o melhor portista na clássica de Villafranca

Portista terminou a prova no 21.º posto, a um minuto e 16 segundos do vencedor

 

O penafidelense Joaquim Silva foi o melhor entre os ciclistas da W52-FC Porto-Mestre da Cor na edição de 2017 da clássica de Villafranca, com o corredor portista a concluir os 165,7 quilómetros da 94.ª edição da prova com o tempo de 3h54m19s, gastando mais 1m16s do que o vencedor, o russo da Lokosphinx Sergei Shilov (5h53m03s).

Na prova que contemplava um circuito de cinco voltas, com partida e chegada na cidade de Ordizia, no País Basco (Espanha), foram ultrapassadas sete contagens de montanha de terceira categoria. O pódio ficou completo com o espanhol Benjami Prades (Team Ukyo) e com russo Dmitrii Strakhov (lokosphinx), segundo e terceiro classificados, respetivamente, com o mesmo tempo do líder.

Quanto aos restantes portistas em prova, Tiago Ferreira foi 33.º (a 1m21s), Juan Perez Martin 54.º (a 6m59s), Daniel Freitas 56.º (a 6m59s), Jacobo Ucha 80.º (a 13m42s) e Ángel Sánchez 87.º (chegou fora do controlo, a 20m14s).

Fonte: FC Porto