Laurentino fechou a baliza portista

Laurentino fechou a baliza portista, Miguel Martins abriu a do Benfica

Vitória por 30–23 põe Dragões no segundo lugar do Andebol 1, a par dos lisboetas e com apenas o Sporting pela frente

 

O FC Porto bateu de forma clara o Benfica, esta quarta-feira, por 30-23, no Dragão Caixa, e subiu assim ao segundo lugar do Andebol 1, com 43 pontos. A noite foi de superioridade coletiva (os Dragões estiveram em vantagem do primeiro ao último minuto), mas há que destacar as grandes exibições de Hugo Laurentino (17 defesas) e de Miguel Martins (MVP do jogo, com nove golos e ainda uma mão cheia de passes para golo). Foi a 13.ª vitória consecutiva na prova, completando precisamente uma volta: a última derrota foi no Pavilhão da Luz, em setembro.

Na primeira parte, Laurentino fez 11 defesas, quatro delas a livres de sete metros – só à quinta tentativa o Benfica conseguiu marcar. Mas não foi só o guarda-redes a estar a grande nível, porque toda a defesa esteve agressiva e concentrada. Nos primeiros dez minutos, o Benfica marcou apenas um golo e, nos primeiros 15, fez três. Os lisboetas ensaiaram uma defesa 4-2, com o intuito de travar a primeira linha azul e branca, mas sem resultados práticos.

A vantagem portista chegou a ser de nove golos (13-4 e 14-5), com várias soluções utilizadas para chegar ao golo: Miguel Martins e Rui Silva faziam girar a máquina, assistindo por várias vezes os pontas, e o contra-ataque também funcionava. Na segunda metade da etapa inaugural o Benfica conseguiu reagir e melhorar em todos os capítulos, chegando ao intervalo a perder por apenas seis golos (15-9).

Na segunda parte, o máximo que os encarnados conseguiram foi reduzir a diferença para quatro golos. Os portistas mantiveram sempre o resultado sob controlo e, com 27-20 no marcador à entrada dos últimos dez minutos, o Benfica baixou os braços, permitindo a um pavilhão entusiasmado festejar mais um triunfo clássico. Até à paragem de final de ano, sobram os jogos com o Marítimo, para a Taça (sábado, 13h30), e no terreno do São Bernardo (quarta-feira, às 21h00), para o Andebol 1.

FICHA DE JOGO

FC PORTO-BENFICA, 30-23

Andebol 1, 1.ª fase, 16.ª jornada
13 de dezembro de 2017
Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 2.177

Árbitros: Daniel Freitas e César Carvalho

FC PORTO: Hugo Laurentino e Sérgio Morgado (g.r.); Miguel Martins (9), Ángel Hernández (5), Rui Silva (1), Daymaro Salina (2), José Carrillo (3), António Areia (6), Victor Iturriza (3), Yoel Cuni Morales (1), Miguel Alves e Aleksander SpendeTreinador: Lars Walther

BENFICA: Hugo Figueira e Miguel Ferreira (g.r.); Davide Carvalho (1), Pedro Seabra (3), Belone Moreira (3), Ricardo Pesqueira (1), Nuno Grilo (1), Fábio Vidrago (1), Alexandre Cavalcanti (2), Paulo Moreno (2), Ales Silva (1), João Silva (4) e João Pais (4)
Treinador: Carlos Resende

Ao intervalo: 15-9

Disciplina: desqualificação para Ángel Hernández (56m)

FONTE: FC PORTO