Luís Castro: “Sabemos o que queremos dos jogos”

Dragões jogam em casa do Leicester na segunda jornada da Premier League International Cup (sábado, 19h00)

 

Depois do empate frente ao Liverpool (1-1), na ronda inaugural, o FC Porto B volta a deslocar-se a Inglaterra para defrontar o Leicester na segunda jornada do Grupo C da Premier League International Cup. No momento de perspetivar o encontro marcado para este sábado, às 19h00 (em direto no Porto Canal), no King Power Stadium, em Leicester, Luís Castro sublinhou o caráter “decisivo” do mesmo para as duas equipas, que ainda lutam por um lugar nos oitavos de final da prova. O Wolfsburgo é líder do Grupo C, com seis pontos e mais um jogo disputado, enquanto os Dragões seguem na segunda posição, com um. O Leicester é quarto classificado, ainda sem qualquer ponto somado.

Reação à derrota
“Sabemos o que queremos dos jogos e não é a derrota com o Cova da Piedade que nos vai desviar do nosso caminho. Vínhamos de cinco jogos sem perder até essa derrota, mas não é por isso que vamos perder a nossa estabilidade. Foi um jogo bem conseguido, sobretudo na segunda parte, com um mau resultado. Este será um jogo diferente e tem um aspeto decisivo para as duas equipas, que não seguem em frente se não vencerem. Se tivermos que arriscar mais do que habitualmente fazemos no campeonato, vamos fazê-lo.”

Arriscar sem perder a identidade
“Mesmo arriscando mais, não podemos fugir à nossa ideia de jogo. Vamos procurar criar desequilíbrios no adversário com maior velocidade e intensidade. Aumentando o ritmo, é natural que a equipa não o aguente durante todos os 90 minutos, mas acredito que chegará ao final do jogo com sucesso que pretendemos ter. Sinto a equipa muito envolvida, empenhada e motivada para este jogo.”

Condições para vencer
“O Leicester é uma equipa que, se não for pressionada a sair de trás, poderá criar-nos bastantes dificuldades. Nas situações de cruzamentos, também são uma equipa muito eficaz. São fortes fisicamente e vão procurar reduzir-nos os espaços, mas por aquilo que conheço das duas equipas, acho que temos todas as condições para a vencer.”

Oportunidade para competir
“Este jogo nesta altura está planeado desde agosto, precisamente porque considerámos que seria uma oportunidade para competir numa altura em que o campeonato está parado. As paragens não são benéficas quando uma equipa para de forma total.”

 

FONTE/OJOGO