Luís Gonçalves pediu explicações a Capela

Regressado ao banco, após cumprir o castigo, Luís Gonçalves foi dos mais veementes na contestação à arbitragem de João Capela. O diretor-geral para o futebol acercou-se do juiz após a marcação das grandes penalidades para manifestar a sua indignação pelos três penáltis que o FC Porto reclama durante os 120 minutos. No exterior do estádio também houve contestação, mas à equipa portista. Algumas dezenas de adeptos, descontentes com a prematura eliminação da Taça de Portugal, aglomeraram-se junto ao autocarro e mandaram bocas a alguns jogadores. Refira-se ainda que a partida de ontem marcou a estreia de João Pinto no banco de suplentes, nas funções de adjunto de Luís Gonçalves.

Luís Gonçalves contestou trabalho de João Capela