Maicon pode render mais M€ 3

O FC Porto tem até junho de 2017 para exercer opção por mais um jogador ou receber dinheiro

Inácio foi o único jogador pelo qual os azuis e brancos optaram, no negócio que conduziu ao regresso de central ao futebol brasileiro, depois do erro cometido contra o Arouca, na época passada

A transferência de Maicon para o São Paulo ainda pode render mais três milhões de euros à SAD do FC Porto. Essa possibilidade foi ontem revelada por Marco Aurélio Cunha, diretor executivo do emblema brasileiro, em declarações à Rádio Renascença. “Um jogador [Inácio] já foi para aí e há a possibilidade de o FC Porto escolher mais um, em comum acordo com o São Paulo, para abater o valor do custo do Maicon. Ainda há tempo para o FC Porto escolher e, por enquanto, não se sabe qual poderá ser esse jogador. Mas se o FC Porto optar por não levar mais ninguém, o São Paulo pagará a diferença”, explicou. Traduzido em números, se a SAD portista preferir, os brasileiros terão de pagar mais três milhões de euros para além dos seis inicialmente pagos pelo central. A transferência do antigo capitão, que “ofereceu” um golo ao Arouca e depois saiu de campo sem pedir autorização, foi avaliada em 12 milhões de euros, com os paulistas a pagarem metade no imediato e a cederem a opção por dois jogadores avaliados, cada um, em três milhões.

Neste processo, os nomes dos centrais Lucão e Lyanco ainda chegaram a ser noticiados no Brasil como opções a exercer pelo FC Porto, mas acabaram por não se confirmar. Os azuis e brancos ainda têm até junho do próximo ano para exercer a preferência sobre outro jogador, senão o clube brasileiro terá mesmo de pagar os três milhões de euros estipulados no acordo. Para já, Inácio foi o único jogador a chegar à Invicta. Esta época, o lateralesquerdo tem vindo a evoluir na equipa B, mas até já foi opção de Nuno na Taça da Liga, cumprindo os 90 minutos contra o Belenenses.

Fonte: Ojogo