Manter as chaves na ignição do título

Dragões jogam esta noite no terreno do Desportivo de Chaves (20h30), na 31.ª jornada da Liga NOS

 

A luta pelo título passa por Trás-os-Montes, onde o FC Porto defronta esta noite o Desportivo de Chaves (20h30, SportTV1), na 31.ª jornada do campeonato, no qual segue a três pontos do primeiro lugar. O encontro, que terá como palco o Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira, em Chaves, será antecipado no Porto Canal, a partir das 19h30, acompanhado no Facebook e seguido em tempo real no Twitter e na app oficial do FC Porto. Após o apito final, faz-se a análise da partida no Porto Canal e em www.fcporto.pt, com a crónica e as declarações do treinador e de outros intervenientes.

Os Dragões não guardam grandes recordações do regresso a território transmontano, quase nove anos depois. Já na presente temporada, a 18 de novembro de 2016, os azuis e brancos deslocaram-se a Chaves na quarta eliminatória da Taça de Portugal e acabaram derrotados na lotaria das grandes penalidades, após um 0-0 que não se desfez durante o tempo regulamentar e o prolongamento. O FC Porto, já se sabe, acabou afastado da prova, mas as razões de queixa em relação ao trabalho da equipa de arbitragem nesse jogo são ainda hoje escandalosamente válidas.

Foi um duro golpe nas aspirações portistas na segunda competição mais importante do futebol português, mas o reencontro, no Estádio do Dragão, sorriu à equipa de Nuno Espírito Santo, que transformou um 0-1 num 2-1 na 14.ª jornada do campeonato. Rafael Lopes deu vantagem aos flavienses ainda na primeira parte (12m), mas uma injeção dupla de Vitamina D permitiu ao FC Porto consumar a reviravolta na etapa complementar: Depoitre (72m) e Danilo Pereira (77m) fizeram os golos de um triunfo cheio de raça.

Em partidas oficiais, os portistas já jogaram por 15 vezes em Chaves, 13 das quais para o campeonato: 11 vitórias para o FC Porto, um empate (2-2, na Liga 1997/98) e apenas uma derrota (0-2, na Liga 1988/89). O Chaves estava então no seu período áureo: na segunda metade dos anos 1980 foi por duas vezes quinto classificado da Liga e por uma vez sexto. Foi o único jogo oficial em que os azuis e brancos perderam com este rival. Na época de regresso ao escalão máximo do futebol nacional, os flavienses são uma das surpresas do campeonato e entram nesta jornada num tranquilo oitavo lugar.

Na conferência de imprensa de lançamento do jogo, que será dirigido por Carlos Xistra, Nuno Espírito Santo reconheceu que esta jornada é determinante no desfecho do campeonato e deixou a garantia de “um FC Porto forte e determinado em Chaves”. Os Dragões devem ter um apoio considerável em Trás-os-Montes, já que os bilhetes disponibilizados no Estádio do Dragão para os adeptos portistas esgotaram na quarta-feira.

Fonte: FC Porto