Maxi está mais controlado

Uruguaio tem três amarelos na Liga. Melhor registo só na época de estreia em Portugal

Lateral vê um amarelo a cada 366 minutos no campeonato; na época passada era admoestado a cada 288’. Nuno Espírito Santo conseguiu “acalmar” um jogador com fama de ser agressivo

Maxi viu o terceiro cartão amarelo com o SportingDa fama não é aos 32 anos que se vai livrar, mas os números provam que Maxi Pereira está longe de ser o jogador agressivo, no mau sentido, que muitas vezes o acusam de ser. Basta lembrar que o internacional uruguaio nunca viu um cartão vermelho direto no campeonato português. E já fez 257 jogos. Aliás, só foi expulso duas vezes (ambas ao serviço do Benfica) e por acumulação de amarelos: uma na Champions e outra no campeonato.

É verdade que olaum daqueles jogadores que não tiram o pé, que disputam todos os lances com grande intensidade e como se fosse o último, mas Maxi está cada vez mais “calmo”, mais controlado. Prova disso são os três cartões amarelos que viu nos 13 jogos que disputou esta época. Melhor só na temporada de estreia em Portugal, quando até jogava muitas vezes mais adiantado no terreno.

Nuno Espírito Santo parece ter conseguido “acalmar” o jogador. Nesta altura, Maxi vê um amarelo a cada 366 minutos, naquele queéo segundo melhor registo da carreira, atrás apenas dos 504’ conseguidosno Benfica em 2008/09. E foi contra o Sporting, na última jornada, que viu o terceiro amarelo da prova. Os outros dois foram com o Belenenses (11.ª jornada) e o Marítimo (15.ª ronda). Na época passada, por esta altura, já tinha cumprido um jogo de suspensão, agora ainda nem sequer está à bica. Maxi terminou o primeiro campeonato no FC Porto a ser admoestado a cada 288’, ou seja, via um cartão a cada 3,2 jogos. Agora está com uma média de mais de quatro jogos por amarelo, ou 366 minutos, como se pode ver na tabela que O JOGO publica.

CURRÍCULO DISCIPLINAR DE MAXI

Fonte: OJOGO