Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Meio milhão de adeptos no Dragão Caixa

Base para a conquista de 34 títulos desde abril de 2009

 

O Dragão Caixa ultrapassou este sábado a fasquia dos 500 mil espectadores. Inaugurado a 23 de abril de 2009, o pavilhão já recebeu 596 jogos e serviu de base para a conquista de 34 títulos nos últimos oito anos e meio.

Os adeptos do FC Porto acompanharam ao longo dos anos várias caminhadas triunfais, como o Decampeonato de hóquei em patins (2011) ou o Heptacampeonato de andebol (2015). Desde 2009, destaque para 7 Campeonatos Nacionais de andebol, 4 Campeonatos Nacionais de hóquei em patins e 2 Campeonatos Nacionais de basquetebol.

Entre Taças e Supertaças das diferentes modalidades (15), houve igualmente espaço para a conquista de 2 Campeonatos Proliga de basquetebol, 3 Taças do Mundo de bilhar às três tabelas e 1 Liga Ibérica de futebol indoor.

O apoio no Dragão Caixa, digno sucessor do emblemático Pavilhão Américo de Sá, tem sido constante: 100 mil adeptos até abril de 2011, 200 mil em janeiro de 2013, 300 mil em junho de 2014 e 400 mil em abril de 2016.

O patamar dos 500 mil espectadores foi ultrapassado na receção ao Illiabum, no arranque do Campeonato Nacional de Basquetebol. A 7 de maio de 2009, o primeiro jogo oficial no recinto portista foi para o Campeonato Nacional de Andebol, entre o FC Porto e o Madeira SAD (28-23).

Filipe Mota, jogador que representou o FC Porto durante uma década, ficou na história como o autor do primeiro golo no novo espaço azul e branco. “Quando marquei nem me apercebi da importância daquele momento. Só ao intervalo, em conversa entre nós, é que tivemos noção que aquilo ia ficar marcado na história do Dragão Caixa.”

“Fico feliz por ter marcado o primeiro golo. Não esqueço os anos que passei no FC Porto e recordo sobretudo a presença em peso dos adeptos, algo que se sentia igualmente fora de casa. Isso deixa-me muitas saudades”, diz o atual jogador do Helvetia Anaitasuna Sobral (Espanha), ao www.fcporto.pt.

Fonte: FC Porto

2 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *