Nona vitória vale subida ao pódio do Andebol 1

FC Porto bateu o Fafe por 34-22 e aumentou para nove o número de jogos consecutivos a ganhar no campeonato

 

A lei do mais forte imperou no Dragão Caixa, onde o FC Porto derrotou sem dificuldades o Fafe por 34-22, em jogo da 12.ª jornada da primeira fase do Andebol 1. A nona vitória consecutiva permite aos portistas alcançar o ABC no terceiro lugar do campeonato, somando agora 31 pontos, menos dois do que Sporting e Benfica, que lideram a classificação.

O jogo diante dos fafenses só foi resolvido no primeiro quarto de hora da segunda parte, depois uma primeira que os Dragões controlaram, mas em que estiveram longe de ser brilhantes, nomeadamente no ataque, em que estiveram pouco eficazes. A vantagem de cinco golos ao intervalo espelhava o que se passava em campo, mas não refletia a verdadeira diferença de poderio entre uma equipa candidata ao título e outra que segue na 13.ª e antepenúltima posição e luta pela sobrevivência no escalão maior do andebol português.

A segunda meia hora de jogo foi bem diferente. Embalado por um parcial de 4-0 logo no reatamento, o FC Porto carregou no acelerador e cavou um fosso no marcador que cedo atingiu a casa das dezenas, o que permitiu a Lars Walther gerir a equipa a pensar no calendário sobrecarregado que tem pela frente até à paragem do Natal e do Ano Novo.

No fim, o treinador dinamarquês não estava satisfeito com a exibição dos Dragões, considerando que ela foi afetada pelo jogo da passada quinta-feira com o Füchse Berlim para a Taça EHF. “Não estivemos muito concentrados, sobretudo na primeira parte, em que falhámos demasiados remates, o que se se refletiu no resultado da primeira parte. Ao intervalo, corrigi algumas coisas e na segunda parte estivemos ligeiramente melhor, mas acho que o jogo com o Füchse acabou por ter alguma influência nesta partida”, disse o técnico do FC Porto, que volta a entrar em campo no próximo sábado, jogando diante do Xico Andebol, no Dragão Caixa (21h00, Porto Canal).

FICHA DE JOGO

FC PORTO-FAFE, 34-22

Andebol 1, 1.ª fase, 12.ª jornada
28 de novembro de 2017
Dragão Caixa

Árbitros: Rúben Maia e André Nunes (Aveiro)

FC PORTO: Hugo Laurentino (1) e Carlos Oliveira (g.r.); António Areia (5), Ángel Hernández (3), Daymaro Salina (3), Felipe Santaela (1), Victor Iturriza (3), Miguel Martins (2), Jonas Alves, Diogo Branquinho (4), Nikola Spelic (2), Yoel Cuni Morales (1), Rui Silva (2), José Carrillo (3), Aleksander Spende e Miguel Alves (4)
Treinador: Lars Walther

FAFE: Reyniel Nelson e Nuno Silva (1) (g.r.); Tiago Gonçalves (1), Vasco Santos (3), Miguel Fernandes, Paulo Cândido (2), Pedro Dantas, Nuno Fernandes (2), João Ferreira, Eduardo Sampaio (4), Vladimiro Pires, Mário Pereira (1), Tiago Silva (5), João Carvalho, Carlos Madureira e João Fernandes (3)
Treinador: Luís Silva

Ao intervalo: 15-10

Fonte: FC PORTO