Já viste este telemovel igual ao Galaxy S8, Octacore, Camara 16Mp da Sony, Touch ID...etc por APENAS 100€? Visita o nosso link e não pagas portes de envio nem taxas alfandegárias!

CLICA AQUI

Nuno promete “uma equipa contundente” para fechar já as contas do grupo

Treinador não admite outro cenário que não seja o de vitória frente ao Copenhaga, que garante a presença nos “oitavos”

 

Somar três pontos no jogo desta terça-feira, às 19h45, frente ao Copenhaga, no Parken, significa para o FC Porto garantir, desde logo, o acesso aos oitavos de oitavos de final da Liga dos Campeões. Nuno Espírito Santo recusa-se a fazer outras contas que são sejam essas, as de somar, e por isso, na conferência de imprensa de antevisão da partida da quinta jornada do grupo G, prometeu uma equipa ambiciosa, motivada e contundente frente ao campeão dinamarquês, que apresenta “um registo de resultados muito bom” quando joga em casa, onde já não perde há 37 jogos.

O treinador, que esteve acompanhado por Óliver Torres na conferencia, também falou de um tema que infelizmente tem estado na ordem do dia – as arbitragens – e assegurou que o FC Porto “não se vai calar” quando sentir que foi prejudicado, como aconteceu no jogo da Taça de Portugal, em Chaves.

Ambição e eficácia para fechar as contas
“Somos ambiciosos e não contemplamos outro resultado que não seja a vitória amanhã. Temos a consciência de que o nosso início de época não tem sido de todo regular, no que aos resultados diz respeito. O crescimento é bom, mas os resultados não têm acompanhado. Sabemos o porquê e amanhã queremos mostrar que na sexta-feira demos um passo atrás, dando uma desilusão a todos os adeptos que nos acompanham. Amanhã seremos uma equipa contundente, que seja eficaz e que vença para fechar as contas.”

Uma alegria para os adeptos
“Emoção, ambição e motivação, são as palavras de ordem para o jogo. Somos uma equipa jovem, o Óliver é exemplo disso, e queremos estar, muitos pela primeira vez, nos oitavos de final da Liga dos Campeões. Orgulho ferido e sentimento de revolta não existe nem pode haver, porque nos pode cegar. A única coisa que acontece é uma nova oportunidade para demonstrar aquilo que queremos ser e aquilo que não fomos na sexta-feira, para podermos dar uma grande alegria aos nossos adeptos.”

Copenhaga: uma equipa forte em casa
“O Copenhaga está na Liga dos Campeões com todo o mérito. É uma grande equipa – demonstrou isso no Estádio do Dragão – que em casa tem tido em casa um registo muito bom de resultados, e que tem duas baixas muito importantes que podem mudar a sua ideia de jogo. É uma equipa bem organizada, com um meio-campo forte, um bom sistema defensivo Tal como pensava na primeira jornada, é uma equipa bem organizada defensivamente e com um meio-campo forte.”

As arbitragens e os golos
“Consideramos que quando somos prejudicados não nos podemos calar e não o vamos fazer. Lamentamos duas questões fundamentais: o trabalho do árbitro, que só podemos esperar que melhore; e o bom jogo da equipa que não tem sido materializado em golo. Debruçámo-nos no que podemos controlar, com processo de treino, exigência muito grande, para continuarmos a crescer e sermos uma das melhores equipas da Europa.”

FONTE/ FC PORTO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *