Os numeros no Dragão

Já gritámos 621 golos no Dragão

Em dia de 13.º aniversário, recordamos números e factos curiosos sobre o nosso estádio

O palco de todas as emoções está de parabéns. O Estádio do Dragão, um dos mais belos edifícios desportivos do mundo, completa esta quarta-feira 13 anos (4748 dias) de muita vida, recheada de vitórias e momentos absolutamente inesquecíveis, tudo perpetuado na memória dos adeptos. Aqui recordamos alguns, contando números simbólicos de todos os jogos oficiais, que ajudam a revisitar a história de uma verdadeira fortaleza, de um digno sucessor do Estádio das Antas. Parabéns, Dragão!

1
Contava o marcador 17 minutos de jogo quando Maniche marcou o primeiro golo oficial no Estádio do Dragão. Foi diante da União de Leiria, a 7 de fevereiro de 2004, na 21.ª jornada da Liga portuguesa, que os azuis e brancos venceram por 2-1. O segundo foi de Maciel.

4
Um jogo de futebol tem 90 minutos, mas Falcao precisou apenas de 40 para marcar quatro golos no FC Porto-Villarreal, da primeira mão da meia-final da Liga Europa, no percurso para a glória de Dublin. É o único poker da história do Dragão.

5
Tornou-se um número mítico depois daquele 7 de novembro de 2010, o dia em que o Dragão testemunhou a maior goleada de sempre sobre o Benfica em jogos para o campeonato (5-0).

6
McCarthy foi o primeiro jogador do FC Porto a marcar um hat-trick na história do Estádio do Dragão. Fê-lo em 2003/04. Seria imitado por Hulk, Walter e Falcao, todos em 2010/11. Na época 2014/15, Brahimi e Tello juntaram-se à lista dos que apontaram três golos num só jogo, sendo que o internacional argelino foi o único jogador a fazê-lo na Liga dos Campeões.

10
Foi no dia 15 de agosto de 2015, num triunfo sobre o Vitória de Guimarães para o campeonato, por 3-0, que o Dragão superou a marca dos dez milhões de espetadores.

22
O Dragão é o segundo estádio europeu com mais títulos conquistados desde a data da sua inauguração, ao lado do Giuseppe Meazza, embora seja preciso somar os troféus do Inter aos do Milan. Melhor só mesmo o Camp Nou, onde o Barcelona festejou 28 nos últimos 13 anos.

49
Ao minuto 86 do FC Porto-Gil Vicente, da edição 2014/15 da Liga portuguesa, Jackson Martínez marcava o 49.º golo em jogos no Dragão, reforçando o estatuto de líder da lista de melhores marcadores do estádio. Hulk é segundo (43) e Falcao é terceiro (40).

80
A temporada 2010/11, sob o comando de André Villas-Boas, foi a mais produtiva de todas: foram apontados 80 golos nas balizas do Dragão num total de 29 jogos.

89
Jesualdo Ferreira é o único treinador da história do FC Porto a vencer a Liga em três épocas consecutivas, o primeiro português a ganhar três títulos consecutivos e o que mais vezes se sentou no banco de suplentes do Dragão: 89. A seguir surgem Vítor Pereira (42) e Julen Lopetegui (34).

158
Helton é o jogador que mais vezes atuou no estádio: 158 jogos. É secundado por Lucho González (117) e por Fernando (113). Quaresma é o jogador português que mais vezes pisou o relvado do Dragão (110).

299
É o número de jogos oficiais realizados pelo FC Porto em 13 anos de Estádio do Dragão: 201 para o campeonato, 62 para as competições europeias, 20 para a Taça de Portugal e 16 para a Taça da Liga. Neles contam-se 223 vitórias, 47 empates e 29 derrotas. Foi também palco do jogo de inauguração do Euro 2004 e de outros quatro jogos da competição.

621
Nos 299 jogos oficiais disputados no Dragão, gritámos golo 621 vezes, numa média superior a duas vezes por partida.

FONTE/ FC PORTO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *